0

Médico encontra quatro abelhas vivas em olho de mulher em Taiwan

As abelhas foram levadas para dentro do olho esquerdo da mulher por uma rajada de vento e, presas lá dentro, podem ter se alimentado de suas lágrimas.

10 abr 2019
14h22
atualizado às 14h35
  • separator
  • 0
  • comentários

Médicos encontraram quatro abelhas vivas dentro do olho de uma mulher em Taiwan, o primeiro incidente do tipo registrado na ilha.

As chamadas 'Sweat bees' são abelhas atraídas pela transpiração do corpo humano, mas que também se alimentam de lágrimas
As chamadas 'Sweat bees' são abelhas atraídas pela transpiração do corpo humano, mas que também se alimentam de lágrimas
Foto: Getty Images / BBC News Brasil

A mulher de 28 anos, identificada somente como "senhora He", estava arrancando ervas daninhas próximas a túmulos de parentes quando os insetos voaram em direção ao seu olho esquerdo.

Hong Chi Ting, médico do Hospital Universitário de Fooyin, onde ela foi atendida, disse à BBC News que ficou "chocado" quando puxou os insetos de 4 milímetros.

He já recebeu alta e a expectativa é de que tenha uma recuperação completa.

As abelhas conhecidas como Sweat bees (abelhas do suor, em tradução livre) ou como Halictidaes, que estavam no olho dela, são atraídas pelo suor do corpo humano e ocasionalmente pousam em pessoas na tentativa de absorvê-lo. Elas também bebem lágrimas por seu alto teor de proteína, de acordo com um estudo da Kansas Entomological Society.

"Elas estavam todas vivas"

No momento em que foi atacada, He participava de um festival anual chinês para reverência aos mortos, o Qing Ming, em que tradicionalmente os túmulos dos entes queridos são limpos e enfeitados.

Quando uma rajada de vento soprou em seus olhos, ela achou que havia entrado sujeira neles, segundo descreveu a repórteres ao comentar o caso.

Horas depois, no entanto, os olhos ainda estavam inchados e doloridos, o que a levou a buscar ajuda no hospital no sul de Taiwan.

"Ela não conseguia fechar completamente o olho. Eu olhei a abertura com uma lente e vi uma coisa preta que parecia ser uma perna de inseto", disse à BBC News o médico e professor de oftalmologia do hospital, Hong.

"Eu agarrei essa perna e, bem devagar, retirei ela, aí depois vi outra, e outra e outra. Elas ainda estavam intactas e todas vivas".

Imagens das abelhas foram exibidas na TV taiwanesa.

O médico acrescentou que as abelhas devem ter realmente sido sopradas para dentro do olho da mulher com a rajada de vento e acabaram ficando presas lá dentro.

"Essas abelhas geralmente não atacam pessoas, mas gostam de beber suor, daí o nome delas", disse ele.

Hong acrescentou que, felizmente, He não esfregou os olhos após o incidente.

"Ela estava usando lentes de contato e evitou esfregar para não estragar as lentes. Se tivesse esfregado, poderia ter induzido as abelhas a produzirem veneno. Ela poderia ter ficado cega".

Mas o que aconteceu com as abelhas?

"Elas ainda estão vivas. Foram enviadas para outra organização e serão estudadas", disse Hong. "Esta foi a primeira vez em Taiwan que vimos algo do tipo."

Médico afirma que casos semelhantes com abelhas ainda não haviam sido registrados na ilha
Médico afirma que casos semelhantes com abelhas ainda não haviam sido registrados na ilha
Foto: Getty Images / BBC News Brasil

Veja também:

Na Venezuela em crise, nem túmulos estão a salvo dos ladrões

 

BBC News Brasil BBC News Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da BBC News Brasil.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade