Na reta final para o Enem, cinco mil alunos acompanham 'aulão' de 8 horas

Com música alta, professores youtubers e show da cantora Iza, estudantes receberam dicas e relaxaram para a prova

30 out 2019
20h08
atualizado em 31/10/2019 às 20h11
  • separator
  • 0
  • comentários

SÃO PAULO - Maratonas de estudos para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) são comuns nessa época do ano, mas, nesta quarta-feira, 30, cinco mil estudantes se reuniram no ginásio do Ibirapuera, na zona sul de São Paulo, para acompanhar um "aulão" de oito horas. Ao invés de lousa e cadernos, os alunos se preparam para a prova com música alta, atividades de relaxamento e dicas de professores youtubers no Preparadão Universia.

O Enem 2019 começa neste domingo, 3, quando os candidatos fazem as provas de Ciências Humanas, Linguagens e Redação.

Oito professores, conhecidos pelos alunos pelas aulas online, deram "dicas de última hora" para a prova, como os conteúdos mais cobrados nos últimos anos e apostas de temas que podem cair nesta edição. O evento ainda bateu o recorde mundial com a maior aula de Biologia - foram 30 minutos de aula do professor Jubilut, do canal Biologia Total, acompanhados por 5 mil jovens.

"Achei muito legal porque recebi ótimas dicas e ainda me distraí em uma semana que estou super nervosa e ansiosa por causa da prova. Se não tivesse vindo, estaria em casa estudando sozinha", contou Jéssica Rodrigues, de 17 anos, aluna da escola Perspectiva, no Capão Redondo. No 3º ano do ensino médio, Jéssica vai fazer o Enem pela primeira vez neste ano e quer conseguir uma vaga em uma universidade pública para cursar Enfermagem.

Além das dicas para a prova, o evento também teve a presença de youtubers que trouxeram apoio aos estudantes. "O Enem é muito importante, mas não é tudo. Vamos lembrar que sempre há outras opções, outras chances. Vocês deram o seu melhor neste ano e devem confiar nisso", disse a influencer Monalisa Nunes.

Para Julia Ramalho, de 17 anos, aluna da Escola Técnica (Etec) de Suzano, o evento foi importante para ajudá-la a levantar tópicos que merecem ser revisados antes da prova, mas também para tranquilizá-la. "É sempre bom ser lembrada do esforço e preparação que fiz durante todo o ano. Com a tensão, eu acabo só me cobrando, mas preciso lembrar que fiz o meu melhor", contou a menina que quer tentar uma vaga em Agronomia em uma universidade federal.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade