MG: candidatos comentam júri do caso Bruno em prova da OAB

28 abr 2013
16h16
atualizado às 16h48
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Os candidatos que fazem neste domingo a primeira fase do Exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB)  na Faculdade Fumec, bairro Cruzeiro, região centro-sul de Belo Horizonte, aproveitaram para analisar o trabalho dos advogados de defesa que trabalharam no caso Bruno, especialmente o defensor do ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, o Bola.

A estudante Natália Souza, 24 anos, que pretende se especializar em direto penal, faz pela segunda vez o exame. "Espero passar. Não estudei muito, o suficiente", contou. Ela aproveitou para comentar  a conduta do advogado Ércio Quaresma no Caso Bruno, que teve o desfecho neste sábado, com a condenação de Bola a 22 anos de prisão pela execução de Eliza Samudio. 

"Júri é minha paixão. O Quaresma tem muita vontade, mas, às vezes, age de forma com que as pessoas que estão do outro lado não gostem. Como profissional ele é ótimo, eu admiro o trabalho dele", disse. Colega da estudante, Débora Oliveira, 24 anos, presta o exame pela terceira vez. Ela contou que não acompanhou o júri do ex-policial porque estava focada em estudar para realizar uma boa prova, mas considerou "satisfatória" a performance da banca formada pelos 12 advogados defensores de Bola, "devido à complexidade do caso".

Sobre o exame, Débora disse que reforçou os estudos para não cometer os mesmos erros nos exames passados. "Fiz cursinho, peguei firme na Constituição. Com fé em Deus eu passo", contou. O militar do corpo de Bombeiros, Hebert Dias da Silva, 29 anos, realiza o exame pela quarta vez e garante que desta vez está preparado. "Espero me sair melhor. Tive mais tempo de estudar em casa. Desta vez eu passo, porque da última, não passei nem perto", brincou. 

As ruas no entorno da universidade Fumec estavam bastante movimentadas. Os candidatos queriam garantir o lugar cedo em sala. Raiane Guimarães, 22 anos, tenta pela segunda vez passar no exame. A estudante estava bastante compenetrada. "Espero ir bem nessa, fui mal na primeira vez que fiz", disse.

Atraso, beijo e superação: candidatos fazem prova da OAB em todo o País

<a data-cke-saved-href="http://noticias.terra.com.br/educacao/infograficos/ranking-oab/iframe.htm" href="http://noticias.terra.com.br/educacao/infograficos/ranking-oab/iframe.htm">veja o infográfico</a>

Veja também:

Os heróis que mantiveram a educação caminhando em 2020
Fonte: Especial para Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade