3 eventos ao vivo

Passagens aéreas para Colômbia crescem 284% na busca virtual

San Andrés sobe mais de 61% na procura em um ano e tem voos a R$ 1.054

11 ago 2017
16h32
  • separator
  • comentários

Passagens aéreas para destinos colombianos se tornaram uma verdadeira febre entre os brasileiros. O país sul-americano se estabeleceu como um dos queridinhos para quem deseja tirar férias fora do país. Segundo o Google Trends, as buscas pelo termo "passagens Colômbia" deram um salto de 284% no período de julho de 2016 a julho de 2017. As grandes vantagens são as paisagens naturais exuberantes e o preço mais baixo que o de destinos clássicos. Em alguns casos, viajar para a Colômbia pode sair até mais barato do que conhecer uma capital nordestina.

Foto: DINO

Para se ter uma ideia, a busca individual por destinos como San Andrés aumentou em 61% desde agosto de 2016. A procura virtual atingiu picos de popularidade especialmente em julho, com as férias escolares. Atualmente é possível encontrar passagens aéreas baratas por R$ 1.054 em 21 de agosto e retornando em 3 de setembro. O roteiro parte de São Paulo e os dados foram extraídos da ferramenta QuandoViajar, do ViajaNet. Trata-se de um buscador inteligente que permite encontrar os melhores preços para voar para seu destino desejado nos próximos seis meses.

O trecho de São Paulo a Fortaleza sairia pelo mesmo valor nessa data de partida, ainda segundo o ViajaNet. Dependendo do horário pesquisado, o valor aumenta um pouco mais, com retorno no dia 22 de agosto. Ou seja, é possível viajar para fora do país com o mesmo valor gasto em uma passagem doméstica, o que faz com que muita gente reconsidere os planos de férias.

Destinos como Cartagena e Bogotá também estão na lista dos mais pesquisados. A busca pelo termo "Cartagena das Índias" atingiu sozinha o crescimento de 62% no Google. O preço das passagens aéreas fica na mesma faixa que San Andrés, por R$ 1.072, partindo de São Paulo no dia 13 de agosto e retornando no dia 18 do mesmo mês. Já para Bogotá, o valor é de R$ 1.119 com taxas incluídas partindo de São Paulo. A ida é no dia 22 com retorno no dia 30 de agosto.

De onde vem a atratividade?
Alguns fatores influenciaram diretamente a escolha dos turistas brasileiros. Um deles é alta do dólar e do euro sentida nos últimos meses. Isso fez com que o custo das viagens a destinos como Estados Unidos e Europa subisse. Os países vizinhos se tornaram alternativas vantajosas, especialmente pelo câmbio favorável ao real.

Somada a isso, a restrição para emissão de novos passaportes também colaborou para o aumento de viagens pela América do Sul. Isso porque os países pertencentes ao Mercosul não exigem passaporte para os cidadãos brasileiros. A entrada pode ser feita usando apenas o RG, o que facilita muito para quem deseja comprar as passagens aéreas e está com o passaporte com vencimento se aproximando. Para viajar para fora do país com o passaporte, é preciso que ele tenha validade de pelo menos seis meses depois da data de volta.

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade