PUBLICIDADE

Política

Eduardo Leite pede desculpas após comentário sobre doações ao RS: 'Não tive a intenção de desprezar'

Em entrevista, ele afirmou que doações para ajudar a população gaúcha poderiam dificultar o "reerguimento do comércio" no Estado

15 mai 2024 - 17h24
(atualizado às 19h14)
Compartilhar
Exibir comentários
Eduardo Leite pede desculpas após falar em 'impacto' do 'grande volume de doações' no comércio do RS:

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), publicou um vídeo nesta quarta-feira, 15, no qual pede desculpas por declarações feitas em uma entrevista no dia anterior. Na ocasião, ele afirmou que as doações feitas pelos brasileiros para ajudar a população gaúcha poderiam dificultar o "reerguimento do comércio" no Estado. Em publicações feitas em seus perfis nas redes sociais, Leite classificou suas falas como um "mal entendido".

"Antes de mais nada, meu agradecimento a todos pela gigantesca mobilização e solidariedade a favor do povo gaúcho. Em nenhum momento eu tive a menor intenção de inibir ou desprezar as inúmeras doações que o Brasil e o mundo estão fazendo para ajudar nosso Rio Grande do Sul numa grande reconstrução. Entre tantas preocupações que a tragédia nos traz, traz também a situação dos nossos pequenos comerciantes", disse em vídeo. 

Foto: Reprodução: Redes Sociais

"As últimas semanas têm sido brutais para todos nós, e ninguém está livre de errar. Portanto, meu mais sincero pedido de desculpas pela confusão que possa ter causado no entendimento de algumas pessoas", completou o governador no vídeo.

Na terça-feira, Leite afirmou que "o reerguimento do comércio fica dificultado na medida em que você tem uma série de itens que estão vindo de outros lugares do País".

"Pedi à nossa equipe aqui que ajude a estruturar ferramentas e canais para que aquelas pessoas que queiram fazer doações possam fazer essas doações também ajudando o comércio local, que está impactado. Na verdade, quando você tem um volume tão grande de doações físicas chegando ao Estado, há um receio sobre o impacto que isso terá no comércio local", disse em entrevista à rádio Band News FM.

No X (antigo Twitter), Eduardo Leite foi mencionado em mais de 60 mil postagens e foi um dos temas mais discutidos na rede social nesta manhã desta quarta-feira.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade