PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Governo Lula anuncia Pix de R$ 5.100 para famílias afetadas pelas chuvas RS

Lula participa de evento, em São Leopoldo, Rio Grande do Sul, para anunciar pacote de medidas de ajuda

15 mai 2024 - 15h14
(atualizado às 15h57)
Compartilhar
Exibir comentários
Lula volta ao Rio Grande do Sul e diz que quem perdeu moradia 'vai ter sua casinha':

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) anunciou nesta quarta-feira, 15, em São Leopoldo, Rio Grande do Sul, um pacote de medidas voltadas para as famílias atingidas pelas enchentes no estado. Uma das ações anunciadas é a disponibilização de um auxílio financeiro através do PIX no valor de R$ 5,1 mil por família que perdeu bens devido às chuvas.

"Estamos aqui para anunciar outras medidas. Essas, voltadas ao cidadão, à pessoa física [...] Para as pessoas que perderam sua geladeira, seu fogão, sua televisão, seus móveis, seu colchão. Uma ajuda para essas pessoas. Será atestado pela Defesa Civil de cada município aquela poligonal, aquelas ruas onde as pessoas perderam seus objetos", informou Rui Costa, da Casa Civil.

De acordo com o ministro, essa medida tem o potencial de beneficiar 200 mil famílias. O custo estimado é de R$ 1,2 bilhão, porém esse valor pode aumentar até o término do período chuvoso.

"Essas pessoas [que perderam bens] terão de forma rápida, facilitada, via Caixa Econômica, a transferência nas suas contas, via PIX, de R$ 5,1 mil", disse Rui Costa. 

Saiba como ajudar as vítimas das enchentes do Rio Grande do Sul Saiba como ajudar as vítimas das enchentes do Rio Grande do Sul

"Todas as pessoas que perderam seu objetos. A comprovação se dará apenas pelo endereço que a pessoa mora. Quem perdeu todos os documentos vai lá, diz seu CPF. Vai ser via aplicativo da Caixa, com a autodeclaração das pessoas. E esse endereço, evidente, será checado", completou. 

Como doar roupas para as vítimas do Rio Grande do Sul Como doar roupas para as vítimas do Rio Grande do Sul

Lula também anunciou que planeja adicionar famílias em situação de vulnerabilidade à lista de beneficiários do Bolsa Família, um programa de auxílio financeiro do governo federal.

Além do governador Eduardo Leite, Lula estava acompanhado por pelo menos oito ministros: Rui Costa (Casa Civil), Fernando Haddad (Fazenda), Nísia Trindade (Saúde), Paulo Pimenta (Secretaria de Comunicação), Marina Silva (Meio Ambiente e Mudança do Clima), Waldez Góes (Desenvolvimento Regional do Brasil), Esther Dweck (Gestão e Inovação em Serviços Públicos) e José Múcio (Defesa). O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Luis Roberto Barroso, também marcou presença.

Eduardo Leite pede desculpas após falar em 'impacto' do 'grande volume de doações' no comércio do RS:
Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade