0

Polícia

PMs envolvidos em morte de carroceiro em SP são afastados

Reprodução/Instagram/policiamilitarsp_oficial
14 jul 2017
07h38
  • separator
  • comentários

Cinco policiais militares que participaram do assassinato do carroceiro Ricardo Silva Nascimento, de 39 anos, na noite de ontem (12), foram afastados hoje de suas atividades nas ruas. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), dois policiais que faziam o policiamento ostensivo a pé no local do crime e três agentes da Força Tática que prestaram apoio foram recolhidos ao serviço administrativo.

Imagens de câmeras de segurança mostram o momento em que o carroceiro foi morto por um dos policiais militares que fazia o patrulhamento a pé na noite de ontem, no bairro de Pinheiros, zona oeste da capital paulista. Segundo o boletim de ocorrência, o policial José Marques Madalhano atirou duas vezes em Ricardo após ser ameaçado pelo carroceiro com um pedaço de pau. De acordo com o registro, o militar atirou "para se defender". Segundo testemunhas, a ação do carroceiro não representou ameça à vida do policial.

O 23º Batalhão de Polícia Militar Metropolitano (3º BPM/M) instaurou inquérito para investigar as circunstâncias da morte do carroceiro. O Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil também instaurou inquérito e, segundo a SSP, ouviu testemunhas e encaminhou a arma do PM envolvido na ocorrência para perícia. A polícia deverá ainda analisar imagens de câmeras da segurança da região.

O corpo de Ricardo Silva Nascimento foi necropsiado no Instituto Médico Legal (IML) central e liberado para a família.

Agência Brasil Agência Brasil

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade