PUBLICIDADE

Motorista do Porsche está em 'presídio dos famosos' com aulas de inglês e cursos de capacitação

Fernando Sastre de Andrade Filho cumpre prisão preventiva na Penitenciária 2 de Tremembé, no interior de São Paulo

16 mai 2024 - 14h59
(atualizado às 15h34)
Compartilhar
Exibir comentários
O empresário Fernando Sastre de Andrade Filho foi transferido para a Penitenciária 2 de Tremembé
O empresário Fernando Sastre de Andrade Filho foi transferido para a Penitenciária 2 de Tremembé
Foto: Reprodução/TV Globo

Fernando Sastre de Andrade Filho, 24 anos, motorista do Porsche que causou a morte do motorista de aplicativo Ornaldo da Silva Viana, 52 anos, em 31 de março, na Zona Leste da capital paulista, cumpre prisão preventiva na Penitenciária Dr. José Augusto César Salgado, em Tremembé, no interior de São Paulo, também conhecido como 'presídio dos famosos'.

Fernando foi transferido para a Penitenciária 2 de Tremembé, no sábado, 11. Ele ficará isolado dos outros presos em uma cela de oito metros quadrados, onde passará o período de inclusão, procedimento padrão que dura em torno de 10 dias. 

Como é o presídio

O local, que fica 150 km de São Paulo, tem um regime diferenciado, que oferece estudo e oportunidades de trabalho aos detentos, com abordagem voltada para a reinserção social dos detidos. Isso inclue aulas de ingês,  oficinas culturais e práticas de esportes.

A P2 de Tremembé é considerada o 'presídio dos famosos', devido aos detentos que por lá passaram. O presídio já recebeu detentos como Alexandre Nardoni, Cristian Cravinhos, Lindemberg Alves, Gil Rugai, Mizael Bispo e o ex-jogador de futebol Robinho.

Vídeo mostra como estava motorista de Porsche antes de batida que matou homem em SP:

A Penitenciária  recebe casos de grande comoção com a finalidade de garantir mais privacidade aos internos. Ela foi  criada depois da desativação do Carandiru, e comporta 584 presos em regimes semiaberto e fechado. Atualmente, a unidade abriga 434 detentos, que estão divididos em dois pavilhões de regime fechado e um alojamento para o semiaberto.

Os presos fazem as refeições dentro das celas, e podem sair uma vez por dia para o banho de sol. Há também cozinha, igreja, sala de aula, biblioteca, campo de futebol e horta.

Mão de obra

A P2 tem ainda fábricas da Fundação Prof. Dr. Manoel Pedro Pimental (Funap), que permitem que os presos possam trabalhar dentro da unidade. Lá são feitas carteiras e cadeiras escolares, fechaduras, pastilhas desinfetantes para vaso sanitário, e outros produtos. São oferecidos cursos de capacitação profissional para que os presos possam atuar como mão de obra em serviços para empresas e governos municipais.

As oficinas da Funap integram o programa de remição de pena pelo trabalho. A cada três dias trabalhados, é abatido um dia de pena, desde que isso seja autorizado judicialmente.

Penitenciária de Tremembé (SP) é conhecida por presos de casos notórios Penitenciária de Tremembé (SP) é conhecida por presos de casos notórios

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade