PUBLICIDADE

Brasil registra 1.202 novas mortes por covid-19

Média móvel de óbitos ficou em 2.407 neste domingo (2)

2 mai 2021
18h29 atualizado às 20h20
0comentários
18h29 atualizado às 20h20
Publicidade

O Brasil registrou neste domingo (2) 1.202 novos óbitos causados pela covid-19, o que leva o número total de mortos pela doença a 407.639, de acordo com informações do Ministério da Saúde. Foram notificados ainda 28.935 novos casos, com o total de infecções confirmadas no país alcançando 14.754.910 desde o início da pandemia, em março de 2020.

Enterro de vítima da Covid-19 no cemitério Campo da Esperança, em Brasília (DF) 
29/04/2021
REUTERS/Ueslei Marcelino
Enterro de vítima da Covid-19 no cemitério Campo da Esperança, em Brasília (DF) 29/04/2021 REUTERS/Ueslei Marcelino
Foto: Reuters

Os números são menores do que a média dos últimos dias porque nos finais de semana nem todos os sistemas de registro funcionam. Os dados do ministério mostram que a média diária de casos dos últimos 14 dias está em 57,99 mil, um pouco menor do que há uma semana, quando era de 61,34 mil. A média de mortes diárias, também reduziu levemente, para 2,45 mil por dia, contra 2,73 mil há uma semana.

A velocidade lenta da redução pode ser considerada estabilidade, e em valores ainda muito altos, com o Brasil registrando mais de 2 mil mortes por mês há vários meses

Consórcio da imprensa

O Brasil registrou 1.210 novas mortes pela covid-19 nas últimas 24 horas, segundo dados reunidos pelo consórcio de veículos de imprensa. A média móvel de óbitos, que leva em consideração os registros dos últimos sete dias, ficou em 2.407 neste domingo (2) O consórcio é formado por Estadão, G1, O Globo, Extra, Folha e UOL, que levantam os dados com as 27 secretarias estaduais da Saúde do País.

Com os dados deste domingo, o Brasil chegou a um total de 407.775 vítimas do novo coronavírus desde o início da pandemia. O balanço mostra ainda 28.493 novos casos confirmados, fazendo o total de diagnósticos chegar a 14.753.983. Os dados têm mostrado tendência de redução ao longo da última semana, mas o País ainda vê a doença em um alto patamar.

Com informações do Estadão Conteúdo
 

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade