PUBLICIDADE

"Viver a minha sexualidade é uma coisa que me faz muito feliz", diz Vítor diCastro

O apresentador e ativista LGBTQIA+ de 34 anos foi um dos convidados do programa "Cartas Para Pepita", transmitido pelo Terra

8 fev 2024 - 16h06
Compartilhar
Exibir comentários
Vítor diCastro cresceu em uma família muito conservadora e já foi alvo de "cura gay" na infância
Vítor diCastro cresceu em uma família muito conservadora e já foi alvo de "cura gay" na infância
Foto: Reprodução

O ator e influenciador Vítor diCastro, de 34 anos, foi um dos convidados do programa "Cartas Para Pepita", transmitido pelo Terra na última quarta-feira, 7. O tema desta edição foi autoconhecimento. Apresentador do programa MesaCast BBB, do Globoplay, Vítor é abertamente gay e ativista da comunidade LGBTQIA+.

Autoconhecimento com Vitor diCastro e Bruno Fagundes:

Segundo ele, o processo de autoconhecimento é contínuo porque as pessoas não param de mudar. "Se a gente achar em algum momento que já se conhece o suficiente, você vai se conhecer o suficiente naquele momento. Mas depois, com todas as coisas que a vida vem te trazendo, com todas as coisas que acontecem ao redor, a gente muda. Então é legal quando a gente está no processo do autoconhecimento", disse.

Vítor acrescentou que existem pessoas que não são abertas a continuarem se conhecendo melhor, usando a famosa desculpa "não, mas eu sou assim", o que ele apelidou de "síndrome de Gabriela", em referência à música "Modinha Para Gabriela", cantada por Gal Costa para a trilha sonora da novela "Gabriela" (2012), da Globo.

"Eu nasci assim, eu cresci assim, vou ser sempre assim. Eu tenho um ranço, porque para mim a pessoa tem que sempre se mostrar aberta. 'Você se conhece?', 'sim eu me conheço', mas isso não quer dizer que eu não vá mudar o que sei. Hoje eu sei quem eu sou, mas amanhã eu posso mudar, eu vou ter que descobrir de novo", afirmou.

Terapia

O influenciador começou a fazer terapia durante a pandemia da covid-19 e continua até hoje. Inicialmente, ele chegou a fazer duas vezes por semana.

"Eu acho que a gente acaba ganhando uma inteligência emocional maior", disse ele, que continua ressaltando a importância do "agora" em seu processo de autoconhecimento. "A minha vida é o que eu faço agora. Eu sempre tenho a impressão de que eu estou na metade do caminho entre algo que eu fui e algo que eu vou ser", contou.

Sexualidade

Atualmente, Vítor tem um bom motivo para ser feliz consigo mesmo. "Viver a minha sexualidade é uma coisa que me faz muito feliz. Eu acho que fiquei muito tempo reprimido. Eu cresci em uma família muito conservadora, muito religiosa, então reprimir isso me fez muito infeliz", refletiu.

"Quando eu finalmente consegui olhar para mim, me autoconhecer, conhecer minha sexualidade, foi o momento em que eu falei 'é isso que me deixa feliz'. O que me deixa feliz é poder ser eu mesmo", destacou. Vítor, inclusive, já revelou em entrevistas ter sido alvo de "cura gay" na infância.

Famosos que revelaram já terem sido alvo de "cura gay" Famosos que revelaram já terem sido alvo de "cura gay"

Ele ainda ressalta que se conhecer é um processo longo. "É claro que ajuda ser um homem padrão. Então, quando eu posto foto de sunga, ninguém vai chegar criticando partes do meu corpo ou falando que eu não deveria estar fazendo isso. Muito pelo contrário, vem biscoito."

Relacionamentos

Seja um amigo ou um companheiro, Vítor gosta que as pessoas sejam diferentes, desde que ambos estejam alinhados em certas pautas. "Tem coisas que eu não aceito de pessoas que estão ao meu redor, coisas que eu acho que ou a pessoa está faltando empatia da parte dela ou está faltando conhecimento", contou.

De acordo com o ativista, ele não se esquiva e dá sua opinião quando a pessoa está falando algo que ele não concorda. Nas redes sociais, em algumas situações, prefere conversar com a pessoa no privado e, em outras, expõe sua opinião publicamente.

"Eu só faço isso quando a pessoa ultrapassa essa linha, geralmente a linha dos direitos humanos, que para mim é uma linha que ninguém deveria passar. Para amigo, eu sou mais direto", disse ele.

Fonte: Redação Nós
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade