PUBLICIDADE

"Eu estou mais confiante", diz Brunna Gonçalves sobre o BBB22 no "Cartas Para Pepita"

Nesta quarta-feira, 22, a dançarina foi uma das convidadas do segundo episódio do programa transmitido pelo Terra

24 nov 2023 - 05h00
Compartilhar
Exibir comentários
O segundo episódio do "Cartas Para Pepita" teve como tema "sonhos"
O segundo episódio do "Cartas Para Pepita" teve como tema "sonhos"
Foto: Reprodução

Nesta quarta-feira, 22, a dançarina Brunna Gonçalves foi uma das convidadas do programa "Cartas Para Pepita", transmitido pelo Terra. O programa nasceu nas redes sociais da cantora Pepita e, em 2019, se tornou livro. O segundo episódio do programa teve como tema "sonhos". Pepita leu cartas sobre o assunto e também conversou com as convidadas sobre os seus sonhos.

“O BBB me transformou”, conta Brunna Gonçalves no Cartas Para Pepita:

A apresentadora relembrou o início de carreira da dançarina. "Quando eu te conheci, você era dançarina. Mas só que, antes de a gente entender quem era Brunna, a mídia teve que colocar [esse rótulo]. Brunna da Ludmilla, você é a Brunna", afirmou Pepita.

Ainda no passado, Pepita trouxe o começo da história de Brunna com o trabalho artístico. "Eu vi que você morou em um trem porque você dançava em um circo. Foi uma necessidade, um sonho que virou realidade?". De acordo com a dançarina, trabalhar com arte sempre foi seu grande sonho, principalmente com a dança.

"Sempre gostei muito de dança e, quando eu tive essa oportunidade de trabalhar nesse circo, que era um circo renomado nos Estados Unidos, eu fiz o teste e passei", contou. Brunna morou cerca de três anos em um trem que viajava pelo país com a turnê do circo. "Cada semana a gente estava em uma cidade diferente. Conheci os Estados Unidos inteiro com a minha arte. Realizei vários sonhos", disse.

Natural de Nilópolis, no Rio de Janeiro, a dançarina ainda disse que sabe lidar muito bem com as pessoas que tentam "subir" através do sonho dos outros. "Eu consigo ter bastante esse tato de saber quem está ali comigo, que eu sei que eu posso confiar, e quem está por interesse. Eu sou muito atenta a isso", destacou.

Casais LGBTQIA+: primeira foto e hoje Casais LGBTQIA+: primeira foto e hoje

E, para chegar aonde está agora, Brunna teve a ajuda de uma pessoa muito especial em sua vida: sua professora de dança. "[Ela foi] A primeira pessoa que acreditou em mim, para eu estar onde eu estou hoje. Ela me enxergou e falou: ‘opa, essa menina tem potencial, vem fazer aula comigo’. Eu não tinha dinheiro para pagar a mensalidade", explicou, dizendo que é muito grata à Alessandra de Oliveira, da Ale Dance.

Brunna se tornou dançarina da cantora Ludmilla, atualmente sua esposa, após voltar dos Estados Unidos. Ela, que estava perdida e sem saber o que fazer, fez uma audição para participar do balé de uma cantora que iria mudar de nome. 

"Iria passar de MC Beyoncé para Ludmilla. Estava naquela mudança. Eu falei 'gente, meu sonho é trabalhar como artista, fazer show, eu queria muito trabalhar aqui no Brasil fazendo show'", relembrou ela que, na época, já conhecia a Mc Beyoncé.

No entanto, Brunna não passou no teste. "Eu não passei no teste e uma amiga minha, que estava comigo, passou. Então ela sabia todas as informações de como e quando iriam ser os ensaios e eu falei: ‘vou com você, pegar essa carona’".

No dia do ensaio, a dançarina iria com a amiga até o local e, de lá, iria para casa, mas o coreógrafo que estava presente no local, o mesmo que a reprovou, a abordou. "Ele me perguntou se fiz a audição e eu disse 'fiz, mas eu não passei'", contou. 

"Dei o meu sangue no ensino e ele falou ‘você está aprovada’", relembrou.

Além de realizar os próprios sonhos, Bruna também ajudou seu melhor amigo a realizar o dele. Após ganhar o seu primeiro cachê com um valor alto, ela comprou uma câmera digital para o amigo, que é fotógrafo. "Eu não hesito em ajudar", ressaltou.

Ela, que nunca desistiu de nenhum sonho, conseguiu entrar no BBB22, da Globo, mesmo tendo medo. "O Big Brother me transformou como pessoa, como profissional. Eu sou uma pessoa antes e uma pessoa depois, com certeza", afirmou. Após sair do programa, Brunna assistiu alguns vídeos da sua participação e, hoje, se sente mais confiante. 

A dançarina tem um quadro em seu canal do YouTube onde ela ajuda algumas pessoas dando conselhos. Além disso, também contou que não recusa ajuda. "Não tem como a gente fazer tudo sozinha", afirmou.

Muito além de funkeira: quem é Pepita Muito além de funkeira: quem é Pepita

Fonte: Redação Nós
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade