PUBLICIDADE

"Quem se conhece completamente parou de viver", reflete o ator Bruno Fagundes

O ator de 34 anos foi um dos convidados do programa "Cartas Para Pepita", transmitido pelo Terra

8 fev 2024 - 14h35
(atualizado às 14h42)
Compartilhar
Exibir comentários
"Qual o próximo passo? Para onde eu vou? O que é que eu quero fazer?", questionou Bruno Fagundes sobre seu futuro
"Qual o próximo passo? Para onde eu vou? O que é que eu quero fazer?", questionou Bruno Fagundes sobre seu futuro
Foto: Reprodução

O ator Bruno Fagundes, de 34 anos, foi um dos convidados do programa "Cartas Para Pepita", transmitido pelo Terra na última quarta-feira, 7. Ator, produtor e "o que mais precisar", nas palavras de Bruno, o artista entende que o processo de autoconhecimento é constante. "Quem se conhece completamente parou de viver. Eu acho que também tem um pouco disso", iniciou.

Autoconhecimento com Vitor diCastro e Bruno Fagundes:

Para ele, existe uma linha tênue entre as pessoas que acham que se conhecem e a chatice. "As pessoas mais chatas que eu conheço são as que acham que se conhecem demais", afirmou.

Atualmente, Bruno está em um momento da vida no qual as dúvidas sobre o futuro não param. "Acabei de terminar um trabalho que foi muito importante para mim, foi revolucionário. 'Terminei. Quem eu sou agora sem isso?' Eu estou nesse momento", contou.

"Qual o próximo passo? Para onde eu vou? O que é que eu quero fazer? O que vai me motivar tanto quanto esse último trabalho?", refletiu o ator.

Meios de se conhecer

Bruno explicou para Pepita que, acima de tudo, é preciso se permitir e se dar um tempo para se conhecer verdadeiramente. "Eu tenho vários amigos que fazem freela de psicólogo comigo porque são amigos. Sem receber, eu não dou um tostão, mas eu dou amor de volta, que é o que importa", contou.

Pais famosos que apoiam seus filhos gays Pais famosos que apoiam seus filhos gays

"Mas é isso, se você se permitir se abrir, você também pode trocar com essa pessoa, mas eu vou puxar sardinha também para o meu lado. [Consuma] arte, assista coisas, vai ver um filme, ler um livro, tem um monte de peça gratuita que fala sobre [autoconhecimento], tem todo um movimento, uma comunidade artística", ressaltou.

"Eu falo por mim, porque sou um consumidor voraz e apaixonado pelo o que eu faço. O meu trabalho me ajuda muito a me conhecer, porque através do meu trabalho eu entro, às vezes, em contato com assuntos que na minha vida eu não tenho tempo de entrar", explicou.

Artista e comunicador, Bruno se sente feliz em trocar experiências com as pessoas. "O meu trabalho tem uma função social que é se comunicar com o maior número de pessoas. Então, eu me sinto feliz com a troca. Eu me sinto feliz quando eu olho no olho, quando uma pessoa vem e me abraça, me agradece e fala 'obrigado por essa peça, obrigado por essa novela'. Isso me dá prazer", contou ele.

Diferenças

Ao programa "Cartas Para Pepita", o ator ainda disse que costuma procurar pessoas diferentes dele. "A gente acaba caindo, às vezes, em um pequeno círculo, mas eu tenho muitos amigos diferentes de mim, que são muito próximos", indagou. 

Apesar das diferenças, ele sabe quando é preciso intervir e ser sincero com um amigo. "Eu falo na hora e para os meus amigos, principalmente, tipo, 'você quer a minha amizade, você quer a minha sinceridade'. Eu não sou o amigo que passa a mão na cabeça ", disse.

Bruno também revelou o incômodo que sente com certos tipos de pessoas. "Me incomoda muito gente que não vê o que está na sua frente, algo acontecendo de bom. A pessoa só vê a parte ruim, isso me incomoda", afirmou.

O ator foi questionado por Pepita o que gosta nela e respondeu: "Você realmente é a madrinha do Brasil. Admiro muito a sua coragem, a sua força, a sua inteligência e a forma como você se coloca. Eu acho isso incrível. Você é a bandeira [da comunidade LGBTQIA+]. Eu tenho orgulho de ter você no nosso país, fazendo o que você faz", destacou.

Bruno finalizou mandando um recado para o público de casa. "Se orgulhe em ser você mesmo e se sinta confortável na sua própria pele. Se você não sabe fazer isso, descubra meios de fazer. Se ame", afirmou.

Fonte: Redação Nós
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade