PUBLICIDADE

"Quando estou com meus sobrinhos, acham que sou a babá", conta atriz global Jessica Córes

Atriz de "Fuzuê" revelou racismos cotidianos vivendo em uma família branca

5 dez 2023 - 11h51
(atualizado às 11h53)
Compartilhar
Exibir comentários
Jéssica foi adotada aos 5 anos por uma família branca
Jéssica foi adotada aos 5 anos por uma família branca
Foto: reprodução/instagram/coresjessica

A atriz Jessica Córes da novela "Fuzuê", da Globo, revelou em entrevista ao jornal Extra os racismos cotidianos que vive por conta da sua configuração familiar. "Eles são todos brancos. Me sinto muito mal quando eu estou com a minha mãe e as pessoas de fora me colocam como se eu não fosse filha. Como ela é loura dos olhos claros, acham que eu sou a empregada", disparou. 

Adotada aos cinco anos pela advogada Regina Córes, ela foi criada junto do irmão dez anos mais velho. "Quando estou com meus sobrinhos, acham que sou a babá. Já chegaram a fechar a porta em restaurante para eu não entrar, não fui tratada da mesma forma que a minha mãe e o meu irmão", desabafou.

7 tipos de racismo para não reproduzir 7 tipos de racismo para não reproduzir

"A minha mãe é uma mulher valente. Na época em que resolveu adotar uma criança, o marido dela era contra a adoção (ele morreu três anos após Jessica entrar na família). Me criou sozinha com a ajuda do meu irmão (o médico Pedro),"completou.

Formada em Design Gráfico, Jéssica trabalhou como modelo e estreou na televisão em "Verdades Secretas". Além da novela "Fuzuê", ela se prepara para a estreia da cinebiografia da banda “Mamonas Assassinas: o Filme”, onde interpreta a namorada de Sérgio Reoli, o baterista do grupo, e do filme “Biônicos”, longa da Netflix em que será protagonista. 

Fonte: Redação Nós
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade