PUBLICIDADE

Ministério Público da Espanha recorre da sentença de Daniel Alves

MP da Espanha entende que pena de Daniel Alves foi baixa e entra com recurso para aumentar tempo de prisão do jogador brasileiro

1 mar 2024 - 13h10
(atualizado às 14h41)
Compartilhar
Exibir comentários
Daniel Alves foi condenado a quatro anos e seis meses de prisão
Daniel Alves foi condenado a quatro anos e seis meses de prisão
Foto: Alberto Estevez/POOL/AFP via Getty Images - Legenda: Ministério Público da Espanha pede pena maior para Daniel Alves / Jogada10

O Ministério Público da Espanha decidiu recorrer da sentença de quatro anos e seis meses de prisão para o lateral brasileiro Daniel Alves. A procuradoria, assim, busca aumento da pena para o atleta.

Daniel Alves: da acusação de estupro à condenação de 4 anos e 6 meses de prisão Daniel Alves: da acusação de estupro à condenação de 4 anos e 6 meses de prisão

O jornal espanhol "El Períodico" foi o primeiro a informar. O MP da Espanha, afinal, entende que os 150 mil euros (R$ 805 mil) pagos por Daniel Alves não podem ser considerados como atenuante por reparação de dano.

Esse, no entanto, é apenas um recurso sobre o caso. Afinal, a advogada de defesa, Inés Guardiola, também informou que vai recorrer em busca da absolvição do jogador.

Aliás, vale lembrar, o dinheiro usado por Daniel Alves para pagar R$ 805 mil foi doado pela família Neymar. A informação foi confirmada pelo pai do jogador do Al-Hilal em entrevista à "CNN". Ele definiu o caso como "ajuda ao amigo".

O lateral está preso preventivamente desde janeiro de 2023 e ficará assim até que o caso seja julgado em todas as instâncias. Nesse sentido, a expectativa é que os primeiros recursos sejam liberados em março. Na Espanha, o máximo de uma prisão preventiva é de dois anos.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

 
Jogada10
Compartilhar
Publicidade
Publicidade