PUBLICIDADE

PS Plus, Game Pass e mais: qual serviço de jogos é o melhor?

Saiba qual assinatura de games mais compensa, a partir de suas funções e jogos oferecidos.

16 mai 2021 08h00
ver comentários
Publicidade

Videogames sempre foram uma atividade um pouco cara, se comparada com outros passatempos como cinema ou música, mas o advento da internet e de serviços de assinatura começaram a possibilitar mais formas dos conteúdos, que se tornaram acessíveis para mais pessoas. Mas, entre todos os serviços disponíveis, qual é o melhor?

Avaliaremos aqui os seguintes serviços: Xbox Game Pass, PS Plus, Nintendo Switch Online e EA Play.

Entendendo as assinaturas

Diretamente das fabricantes dos consoles, existem 3 assinaturas, mais uma da produtora EA.

Xbox Game Pass
Xbox Game Pass
Foto: Microsoft

Para o Xbox (e, também, para o Windows) temos o Xbox Game Pass, que é considerado por muitos o serviço que realmente popularizou essas assinaturas de jogos. Ele possui mais de 100 títulos por um preço de R$ 44,90 para a assinatura Ultimate, esta que permite acesso em computadores e Xbox.

Além disso, ele conta com adições de novos jogos quinzenalmente e todo jogo feito por estúdios da Microsoft contam com lançamento simultâneo no serviço.

PS Plus.
PS Plus.
Foto: Sony

O outro serviço é a PS Plus, do PlayStation, que, na verdade, é menos uma assinatura de jogos e mais uma assinatura para poder jogar online. Porém, todo mês, a PS Plus dá 3 jogos para seus assinantes, sendo dois de PS4 e um de PS5.

Quem vai assinando anualmente o serviço vai acumulando uma grande biblioteca, mas, por outro lado, quem começou recentemente só terá acesso aos jogos do mês em que assinou. Seu custo é de R$ 24,90 por mês.

Switch Online.
Switch Online.
Foto: Nintendo

O Nintendo Switch Online é também muito mais um passe para poder jogar online do que um serviço de assinaturas de jogos. Porém, é importante ressaltar, ele tem disponível uma enorme biblioteca de títulos do NES e SNES para seus assinantes, que é atualizada sem uma frequência fixa.

Para os assinantes, jogos como Tetris 99 são disponibilizados, e outros jogos ficam disponíveis por alguns períodos também, como foi o caso do comemorativo Super Mario 35th. Seu preço mensal é de R$ 20.

EA Play.
EA Play.
Foto: EA

Por último, a assinatura EA Play. Disponível para PC, PlayStation 4, PlayStation 5 e Xbox, a assinatura da EA dá acesso aos jogadores a mais de 40 jogos, e todo lançamento da EA entra no catálogo de forma fixa depois de 6 meses.

Quem é assinante do serviço também pode jogar por 3 horas durante o lançamento dos novos jogos da empresa, como uma “demo de luxo”.

O real custo benefício de cada um

Jogos do Xbox Game Pass.
Jogos do Xbox Game Pass.
Foto: Microsoft

É importante notar que, por mais que o Nintendo Switch Online e a PS Plus estejam sendo citados juntos dos outros dois serviços, a competição se torna um pouco injusta se comparados com o EA Play ou com o Xbox Game Pass. A PS Plus, honestamente, se identifica muito mais com a Xbox Live Gold, serviço incluso no Game Pass Ultimate e que serve o mesmo propósito: permitir jogatinas online e conceder alguns jogos mensalmente - no caso da Live Gold, 4, mas que poucas vezes são títulos expressivos.

Já o Nintendo Switch Online é um pouco mais único. Embora em sua superfície o acesso à gameplay online seja importante, principalmente se você quer jogar partidas de Super Smash Bros. Ultimate ou Mario Kart 8 Deluxe, ao assinar o serviço você ganha acesso a muitos jogos da história da Nintendo. Porém, são jogos antigos, dos anos 90 no máximo e que embora sejam agradáveis e importantíssimos, em geral, talvez não atraiam tanto quanto lançamentos. 

O EA Play e o Xbox Game Pass, porém, são mais parecidos, tendo o mesmo objetivo de disponibilizar jogos para seus usuários a partir de uma assinatura. Os lançamentos mensais do Game Pass sempre são uma grande novidade, e surpreendem também, como foi o caso deste mês de maio, com Dragon Quest Builders 2

Já o EA Play, como é um serviço focado em uma empresa que não desenvolve consoles, só jogos, também é extremamente formidável, e especialmente para os fãs de Fifa, pode ser uma ótima forma de entrar no jogo sem precisar pagar anualmente o valor de um jogo cheio. O detalhe mais importante ainda é um do Xbox Game Pass Ultimate: desde o ano passado, quem tem a assinatura Ultimate do Game Pass tem também a assinatura do EA Play, tornando um ótimo negócio para os donos de console e PC.

Conclusão

EA Play e Game Pass são as vencedoras.
EA Play e Game Pass são as vencedoras.
Foto: Reprodução

A Nintendo e a Sony ainda tem muito o que melhorar em seus projetos de assinatura. Cabe comentar que a Sony conta, lá fora, com a PS Now, um serviço bem parecido com o Game Pass, mas que ainda possui sérias limitações e nem foi lançado no Brasil. No futuro, é possível que a empresa melhore esse serviço e consiga competir melhor com os outros.

A Nintendo sempre é um ponto fora da curva, e é bem

possível que ela continue adicionando consoles antigos para sua assinatura do que coloque algo parecido com as outras empresas. Para os entusiastas da Big N, isso com certeza seria um prato cheio. 

Agora, para o EA Play e o Xbox Game Pass, se vê que em custo benefício e jogos mesmo eles estão muito à frente e são extremamente bons. Para quem tem um PlayStation, uma assinatura do EA Play já pode ser algo muito positivo, e para os donos de Xbox e PC, o Game Pass Ultimate, sem dúvidas, é super necessário e fundamental para aproveitar a plataforma.

Fonte: Showmetech, GamingScan
Publicidade
Publicidade