PUBLICIDADE

Payday 3 traz novidades em um jogo que não funciona

O novo jogo da famosa franquia cooperativa traz inovações, mas não encontra partidas

2 out 2023 - 13h20
Compartilhar
Exibir comentários
Payday 3 traz problemas com o modo online
Payday 3 traz problemas com o modo online
Foto: Starbreeze Studios / Divulgação

Com sua frenética interpretação de uma brincadeira de 'polícia e ladrão', Payday é uma franquia despretenciosa que por anos se manteve no topo da lista de games mais jogados da Steam, e por conta disso, os ânimos para o novo game da série estavam nas alturas. Porém, desde o lançamento de Payday 3, o hype se transformou em frustração, já que Payday 3 beira o injogável.

Sempre online

Antes de começarmos, é importante dizer uma coisa: eu não consegui jogar Payday 3 da forma que eu queria! Os desenvolvedores da Starbreeze Studios, em algum momento durante a produção do jogo, decidiram que transformar a experiência em um jogo “Sempre Online” seria uma ótima ideia, mas é óbvio que isto não deu certo. 

É muito difícil analisar qualquer coisa quando demora vinte ou trinta minutos para encontrar uma única partida, não é mesmo? Em junho, havíamos testado uma versão do jogo em portas fechadas, e tivemos boas impressões! Porém, com o lançamento final, muitos problemas se tornaram evidentes. Mesmo com erros de matchmaking e lags constantes nas partidas, eu vou tentar descrever a experiência com Payday 3 da melhor forma possível.

Uma jogabilidade renovada 

O combate de Payday 3 é realmente satisfatório
O combate de Payday 3 é realmente satisfatório
Foto: Payday 3 / Reprodução

O combate de Payday 3, comparado com seus antecessores, traz uma verdadeira evolução. Cada arma tem suas próprias peculiaridades, e isso pode ser sentido facilmente durante os roubos mais complicados.  A nova Inteligência Artificial cria momentos de tensão nas partidas, principalmente nas dificuldades mais altas, e o combate complementa de uma forma bem suave com a introdução de velhos e novos inimigos.

O jogo oferece diferentes novos recursos usados para executar os diferentes roubos. Por exemplo, durante a fase de preparação, é possível trocar reféns por mais tempo de descanso, o que garante que o jogador tenha um pouco mais de fôlego para completar o roubo antes de ser atacado pelas diferentes ondas de polícia e SWAT.

É possível negociar reféns com a polícia em troca de mais tempo
É possível negociar reféns com a polícia em troca de mais tempo
Foto: Payday 3 / Reprodução

Câmeras ultravioletas podem ser utilizadas para descobrir senhas, cortadores podem ser usados para cortar vidros, e novos equipamentos criam diferentes oportunidades na defesa e na invasão dos prédios seguros dos Estados Unidos. Eu realmente gostei dessas mudanças, já que agora o jogo parece ser mais dinâmico do que nunca, além de também fornecer uma imersão maior do “sonho” de ser um grande ladrão. 

Mudança de Engine

Payday 3 traz visuais impressionantes, mas sofre com um desempenho podre
Payday 3 traz visuais impressionantes, mas sofre com um desempenho podre
Foto: Payday 3 / Reprodução

Dessa vez, Payday 3 roda totalmente na Unreal Engine. Por um lado, a Unreal oferece visuais impressionantes, mas por outro, acaba destruindo a desempenho de um jogo que, até então, rodava de forma impecável em qualquer máquina. 

Eu entendo que, em uma perspectiva geral, a mudança para a Unreal Engine era a melhor decisão para a franquia, mas é inegável que o jogo sofre com os recursos disponibilizados pelo motor gráfico. Mesmo mexendo nas configurações, é muito difícil obter uma taxa de quadros estável, e as coisas ficam ainda piores quando há momentos de mais ação. Infelizmente, por conta dessa mudança, muitos fãs do jogo anterior ficarão de fora da experiência, e isso é uma grande pena.

Conclusão

Payday 3 - Nota 4
Payday 3 - Nota 4
Foto: Game On / Divulgação

Payday 3 é um jogo com potencial, mas, no estado atual, beira o injogável. É quase impossível recomendar o jogo para qualquer pessoa por conta dos problemas atuais, principalmente pela falta de um modo “single-player” com bots, que já existia nos jogos anteriores da franquia. O combate é bem satisfatório, mas isso não é o suficiente para cobrar valores que variam entre R$199 até R$ 449. Apenas espero que o jogo tenha seus problemas realmente corrigidos, antes que seja tarde demais.

Payday 3 já está disponível para PlayStation 5, PC e Xbox Series X/S. O jogo também está incluso no catálogo do Xbox Game Pass.

*Esta análise foi feita no PC, com uma cópia do jogo gentilmente cedida pela PLAION.

Fonte: Game On
Compartilhar
Publicidade
Publicidade