1 evento ao vivo

E daí que já morreram 140 mil? Viva o protocolo do Flamengo!

Cada fica mais claro de entender o por quê de Rodolfo Landim se dar tão bem com Bolsonaro

25 set 2020
13h24
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, quer adiar o jogo contra o Palmeiras. Com tantos jogadores infectados isso não deveria nem ser discutido. Pelo bem da saúde dos profissionais não deveria haver jogo. Só que de acordo com o protocolo da CBF não há motivos para o adiamento.

Rodrigo Dunshee, vice-jurídico do Flamengo, defende o adiamento da partida contra o Palmeiras.
Rodrigo Dunshee, vice-jurídico do Flamengo, defende o adiamento da partida contra o Palmeiras.
Foto: Divulgação/Flamengo / Estadão Conteúdo

O protocolo da CBF é tão perfeito quanto o protocolo do Flamengo. Pelo menos é o que acha o presidente rubro-negro. Para ele a culpa por tantos infectados é do hotel, do ar-condicionado, não tem nada a ver com o clube. Pra quem sempre minimizou o perigo da doença, brigando pela volta do futebol antes da hora, é compreensível.

Dá pra entender agora porque Landim se dá tão bem com Bolsonaro. Para o presidente, o país, que já perdeu 140 mil vidas, foi quem melhor se saiu melhor na pandemia, que diga-se está longe de acabar. Para Landim, o Flamengo é um exemplo de protocolo a ser seguido.

Viva a realidade paralela!

Veja também:

Editor do L! analisa os destaques e decepções do primeiro turno do Brasileiro
Paradinha Esportiva Paradinha Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade