PUBLICIDADE

Olimpíada de Tóquio: Venezuelana ganha ouro em salto triplo feminino e bate recorde mundial

Rojas, de 25 anos, bateu a marca da ucraniana Inessa Kravets e conquistou recorde mundial. É a primeira venezuelana a ganhar um ouro olímpico.

1 ago 2021 11h34
| atualizado às 11h35
ver comentários
Publicidade
Yulimar Rojas celebra a medalha de ouro ao lado de espanhola Ana Peleteiro, que levou a medalha de bronze
Yulimar Rojas celebra a medalha de ouro ao lado de espanhola Ana Peleteiro, que levou a medalha de bronze
Foto: CHRISTIAN PETERSEN/Getty Images / BBC News Brasil

A venezuelana Yulimar Rojas, de 25 anos, ganhou medalha de ouro ao bater um recorde olímpico e mundial neste domingo (01/08) no salto triplo feminino na Olimpíada de Tóquio.

Rojas é a primeira mulher da Venezuela a ganhar um ouro olímpico. Ela alcançou 15,67 metros com um salto impressionante, superando a marca olímpica da camaronesa Francoise Mbango, de 15,39 metros, e o recorde mundial de 15,5 metros da ucraniana Inessa Kravets em 1995.

A atleta venezuelana de 1,92 metro de altura era a favorita indiscutível na final olímpica disputada neste domingo.

A portuguesa Patricia Mamona foi a segunda colocada, com 15,01 metros, e a espanhola Ana Peleteiro foi a terceira com 14,88.

O salto da atleta neste domingo foi considerado impressionante
O salto da atleta neste domingo foi considerado impressionante
Foto: Christian Petersen/Getty Images / BBC News Brasil

Desde que alcançou a prata na Olímpiada Rio 2016, Rojas se firmou como a atleta dominante no salto triplo.

Nos últimos anos, participou de diversas competições nas quais saiu vitoriosa e se consagrou como o principal nome da modalidade em todo o mundo.

BBC News Brasil BBC News Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da BBC News Brasil.
Publicidade
Publicidade