0

Hipismo: o esporte que não tem preconceito com idade

O hipismo, definitivamente, é a modalidade mais agregadora entre os esportes olímpicos

18 ago 2016
08h00
  • separator
72 é a idade do mais velho competidor olímpico do hipismo, Arthur von Pongracz (Áustria), que participou dos jogos de 1936. Imagem mostra atleta na competição de 1901
72 é a idade do mais velho competidor olímpico do hipismo, Arthur von Pongracz (Áustria), que participou dos jogos de 1936. Imagem mostra atleta na competição de 1901
Foto: Divulgação

O hipismo, definitivamente, é a modalidade mais agregadora entre os esportes olímpicos. Além de não distinguir gênero, ele dá outro grande exemplo de inclusão: registra dois dos atletas mais velhos de todos os tempos na disputa dos Jogos Olímpicos.

Em 1936, durante as Olimpíadas de Berlim, o austríaco Arthur Von Pongracz tinha 72 anos e 59 dias quando participou das provas. Ele é o segundo atleta mais velho da história olímpica, perdendo apenas para o atirador sueco Oscar Swahn, que tinha 72 anos e 281 dias quando disputou os Jogos da Antuérpia, em 1920.

Entre as mulheres, a amazona britânica Lorna Johnstone é, disparada, a mais velha a ter disputado uma Olimpíada. Ela tinha 70 anos e seis dias quando competiu em Munique, em 1972. A segunda mais velha de todos os tempos é a canadense Marjory Saunders, praticante do tiro com arco, que, também em Munique, competiu aos 59 anos e 184 dias.

Veja também:

Lembre os jogos que o São Paulo está sem perder no Brasileirão
Fonte: Terra
publicidade