9 eventos ao vivo
Logo do Olimpíada 2016
Foto: terra

Olimpíada 2016

Os anunciantes aqui reunidos não possuem relação com os Jogos Rio 2016 e patrocinam apenas este caderno especial.

COI aprova inclusão de basquete 3x3, triatlo e BMX freestyle para Tóquio 2020

9 jun 2017
13h08
  • separator
  • comentários

O Comitê Olímpico Internacional (COI) aprovou nesta sexta-feira a inclusão de uma série de novas modalidades para os Jogos Olímpicos de 2020, em Tóquio, entre eles o basquete 3x3, em meia quadra, o triatlo e o ciclismo BMX freestyle.

Outras das novidades são os revezamentos mistos no atletismo (4x400) e na natação (4x100), que terá ainda 800m livre para homens e os 1.500m para mulheres, o aumento das categorias femininas no boxe, na canoagem e no remo. O judô e o tiro com arco também terão competições mistas por equipes, segundo as decisões aprovadas na reunião realizada hoje em Lausanne, na Suíça.

Também estão previstos o madison no ciclismo de pista, provas por equipes na esgrima, duplas mistas no tênis de mesa e uma mudança de classe na vela, com uma nova classe no feminino e outra no masculino.

"Potencializar a participação feminina e as competições urbanas, de interesse dos jovens, é objetivo dessas mudanças", afirmou o COI em comunicado divulgado após a decisão.

Com as alterações, Tóquio 2020 terá 15 eventos a mais do que nos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro, mas 285 menos atletas. No entanto, a participação feminina será a maior da história, explicou o COI em nota.

A canoagem, o remo, o tiro e o levantamento de peso terão pela primeira vez o mesmo número de provas masculinas e femininas, igualando-se a judô e vela, que terão participação idêntica dos dois sexos em número de atletas.

A competição de basquete 3x3 estreará com oito equipes por sexo. De todos os esportes envolvidos nas trocas, será o único que aumentará sua cota total de participantes.

No boxe, o programa masculino perderá duas categorias, enquanto o feminino ganhará duas; uma mudança parecida afetará três provas na canoagem e uma no remo. No tiro esportivo, três provas que eram masculinas passarão a ser mistas; e no levantamento de peso, os homens perderão uma categoria.

As atualizações em modalidades que já eram olímpicas se juntam à aprovação de cinco novos esportes, que aconteceu há um ano: escalada, caratê, beisebol/softbol, skate e surfe.

Além disso, a Executiva do COI aprovou em Lausanne a redução do número de convocados por equipe no polo aquático e o acréscimo de duas seleções femininas.

O atletismo verá reduzida a vota de participantes em 105 desportistas em relação aos Jogos do Rio; o levantamento de peso, em 64; e a luta olímpica, em 56.

EFE   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade