0

Maradona detona Argentina: "Até Tonga pode ganhar de nós"

Ídolo reclama da equipe ter perdido sua essência: 'Há um prestígio que construímos com chutes, com socos'

17 jun 2019
11h46
atualizado às 13h29
  • separator
  • comentários

A derrota na estreia da Copa América para a Colômbia por 2 a 0, no último sábado, na Arena Fonte Nova, em Salvador, ainda repercute na Argentina. Na noite de domingo, o ex-jogador Diego Maradona destilou críticas à seleção comandada pelo técnico Lionel Scaloni e disse que o futebol apresentado coloca a equipe entre as piores do mundo.

Foto: Fernando Calzzani/Photopress / Gazeta Press

"Você percebe hoje que Tonga (202.ª colocada no ranking da Fifa) pode ganhar de nós. Há um prestígio que construímos com chutes, com socos. Quem se lembra de 2012, quando todos saímos do Peru com o ônibus destruído? O que sobrou de tudo isso? Qual é a camisa? A camiseta que você sente, a p... da sua mãe", disse Maradona, perdendo a compostura no final, em um áudio divulgado pelo canal de TV argentino TyC Sports.

O "Pibe de Oro", como Maradona é chamado em seu país, está na Argentina desde a semana passada para passar por cirurgias no joelho e ombro depois de ter anunciado a saída do comando técnico do Dorados de Sinaloa, clube da segunda divisão do México.

Com um clima conturbado, a Argentina volta a jogar pela Copa América nesta quarta-feira, às 21h30 (de Brasília) diante do Paraguai, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, pela segunda rodada do Grupo B. O time de Lionel Messi ocupa a lanterna da chave, sem nenhum ponto ganho.

Estadão
  • separator
  • comentários
publicidade