0

No reencontro com Ceni, São Paulo vence o Fortaleza

O gol da vitória do tricolor paulista foi marcado por Hernanes

12 mai 2019
21h04
atualizado às 21h13
  • separator
  • comentários

No reencontro de Rogério Ceni com o São Paulo, a Arena Castelão foi tomada por homenagens da torcida do Fortaleza antes da bola rolar neste domingo, no compromisso entre as equipes pela quarta rodada do Brasileiro.

Durante os 90 minutos, no entanto, melhor para o time do Morumbi, que apesar de dominado no primeiro tempo, conseguiu se reencontrar na segunda etapa, e com gol de Hernanes venceu por 1 a 0.

JOgadores do São Paulo comemoram o gol de Hernanes em partida contra o Fortaleza, válida pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro 2019, na Arnea Castelão, em Fortaleza
JOgadores do São Paulo comemoram o gol de Hernanes em partida contra o Fortaleza, válida pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro 2019, na Arnea Castelão, em Fortaleza
Foto: Pedro Chaves / Agif / Estadão

Os primeiros 45 minutos foram de domínio do Fortaleza. Depois de um início movimentado de ambos os lados, o Leão do Pici tomou para si o protagonismo, controlou o Tricolor do Morumbi e, orquestrado por Rogério Ceni à beira do campo, acumulou chances perdidas.

Em uma das primeiras tentativas, Marcinho ficou cara a cara com Volpi, mas tirou tanto do arqueiro quanto do gol. Depois, Romarinho e Gabriel Dias ainda tentaram, mas também ficaram pelo caminho.

Dominado no primeiro tempo, o São Paulo melhorou consideravelmente para a etapa final, muito por conta da entrada de Hernanes. Com o Profeta em campo, o Tricolor do Morumbi controlou as principais jogadas ofensivas e chegou ao primeiro gol aos 31 minutos. Na reta final, Antony ainda teve a chance de ampliar, mas chutou na rede pelo lado de fora. O Fortaleza, acuado, pouco fez ofensivamente.

Ao retornar à capital paulista, o São Paulo terá mais uma semana cheia de treinamentos antes do próximo compromisso pelo Campeonato Brasileiro, marcado para domingo, às 11h (de Brasília), no Morumbi, contra o Bahia. Já o Fortaleza terá o Athletico Paranaense, na quinta-feira, pela Copa do Brasil, e a Chape no próximo domingo, na Arena Condá.

O JOGO

Bom início, melhor para o Fortaleza, que quase abriu o placar

Passadas as homenagens a Rogério Ceni, o início de jogo na Arena Castelão deixou claro qual seriam as propostas de ambos os times: atacar. E se o São Paulo apostava na posse de bola para abrir o placar, o Fortaleza tinha como trunfo os contra-golpes. Foi em um deles, aos seis minutos, que Romarinho disparou pelo lado esquerdo e acionou Marcinho. O atacante tirou de Volpi, mas também do gol.

Os minutos foram se passando e a proposta do Fortaleza, que inicialmente era utilizar a velocidade dos jogadores da lado para criar chances, mudou. Com mais posse de bola, o Leão do Pici neutralizou as trocas de passe do São Paulo, sem efetividade, e passou a controlar as ações. Em boa trama, aos 23 minutos, Gabriel Dias foi lançado, Reinaldo desviou de costas e a bola sobrou com o jogador da casa, que encheu o pé por cima do gol.

Tricolor paulista tenta, mas é neutralizado pelo Leão do Pici

Sem alternativa no campo ofensivo, o São Paulo não conseguiu se sobrepor diante do Fortaleza na metade final da primeira etapa. Diante da forte marcação dos comandados de Ceni, a equipe de Cuca tentava utilizar o talento de Antony e a qualidade de passe de Liziero e Tchê Tchê. Nenhum, no entanto, conseguiu superar os marcadores dos donos da casa.

Do outro lado, o Fortaleza não diminuiu o ímpeto e seguiu tentando abrir o placar, tanto na troca de passes quanto nas bolas alçadas para os jogadores de lado de campo. Pelo alto, Gabriel cruzou, Walce desviou e Carlinhos finalizou para grande defesa de Volpi. Na sequência, Edinho ajeitou para Marcinho, que chutou, mas a bola saiu mascada para nova defesa do arqueiro são-paulino.

Cuca coloca Hernanes, e São Paulo volta melhor para o segundo tempo

Depois de passar praticamente os 45 minutos iniciais sem assustar o goleiro Felipe Alves, o São Paulo foi mais efetivo em poucos minutos do segundo tempo. E muito por conta da entrada de Hernanes. Com o Profeta em campo na vaga de Igor Vinícius, o Tricolor do Morumbi passou a controlar a posse da bola e acuou o Fortaleza, criando três boas chances. Na mais perigosa delas, o camisa 15 são-paulino quase marcou um gol olímpico.

Passada a pressão inicial do São Paulo, o jogo voltou a ficar equilibrado, mas muito pela dificuldade dos times em se sobressair no último terço do campo. Do lado dos visitantes, Hernanes assustou em chute de fora da área, que Felipe Alves espalmou em boa defesa. Já o Fortaleza quase abriu o placar após cobrança de escanteio, que Quintero testou no meio do gol para defesa de Tiago Volpi.

Com gol de Hernanes, São Paulo vence o Fortaleza

Melhor durante todo o segundo tempo, apesar de pouco efetivo entre os 20 e 30 minutos, o São Paulo conseguiu abrir o placar na Arena Castelão aos 31. Em bom contra-ataque puxado por Antony, Hudson encontrou Hernanes, que tocou na saída de Felipe Alves e fez 1 a 0. Na sequência, Antony teve a chance de ampliar, mas em jogada muito parecida com a do gol acabou chutando na rede pelo lado de fora.

FICHA TÉCNICA

FORTALEZA 0 X 1 SÃO PAULO

Local: Arena Castelão, Fortaleza (CE)

Data: Domingo, 12 de maio de 2019

Horário: 19h (de Brasília)

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio

Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva e Cristhian Passos Sorence

VAR: Eduardo Tomaz de Aquino Valadao

Público: 40.877 pessoas

Renda: R$ 842.863,00

GOL: Hernanes (São Paulo), aos 31 minutos do 2T

Cartões amarelos: Tchê Tchê (São Paulo), Bruno Alves (São Paulo), Felipe (Fortaleza), Marcinho (Fortaleza)

FORTALEZA: Felipe Alves; Gabriel Dias, Roger Carvalho, Quintero e Carlinhos; Felipe, Juninho, Edinho; Marcinho (Dodô), Romarinho (Junior Santos) e Kieza (Wellington Paulista)

Técnico: Rogério Ceni

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Igor Vinícius (Hernanes), Walce, Bruno Alves e Reinaldo; Hudson, Tchê Tchê, Liziero (Vitor Bueno); Antony, Everton (Igor Gomes) e Toró

Técnico: Cuca

Veja também:

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • comentários
publicidade