PUBLICIDADE

Palmeiras e Real Arenas cancelam sócio de torcedor que cuspiu em Tite

Palmeirense cuspiu no técnico do Flamengo, durante o embate entre as equipes, no Allianz Parque, pelo Campeonato Brasileiro

24 abr 2024 - 11h49
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Lucas Bayer/Jogada10 - Legenda: Palmeiras suspende sócio de torcedor que cuspiu em Tite / Jogada10

O Palmeiras encerrou o contrato de sócio do torcedor que cuspiu no técnico Tite, no último domingo (21), no duelo contra o Flamengo, no Allianz Parque, pelo Campeonato Brasileiro. Em conjunto com a Real Arenas, que administra o estádio palestrino, o adepto teve seu "Passaporte Allianz Parque" cancelado.

"A Real Arenas informa que, em conjunto com o Palmeiras, identificou o torcedor que cuspiu no técnico Tite durante a partida de domingo contra o Flamengo. O mesmo terá seu contrato cancelado com o programa Passaporte Allianz Parque. A Real Arenas deixa claro que não aceita atitudes como essa e reitera o compromisso pelo respeito no futebol", escreveu a Real Arenas, em nota.

O torcedor acabou identificado nesta terça-feira (23). O Palmeiras fez um boletim de ocorrência do caso e entregou as imagens para a polícia. O seguidor, que teve a sua identidade preservada, é um cliente do programa Passaporte, da Real Arenas, braço da empresa WTorre, responsável pela administração do estádio.

Entenda o caso entre Tite x torcedor do Palmeiras

Logo após o empate entre as equipes no domingo, o técnico Tite, em coletiva de imprensa, afirmou que recebeu uma cusparada de um torcedor. Assim, o treinador, lamentando o ocorrido, mandou um recado.

"Deixa eu fazer uma observação. A minha atividade como técnico, eu sei que ela é bastante exposta, e eu tenho que aguentar todas as ofensas que vão de fora possíveis. E não é da torcida do Palmeiras. Elas são de algumas pessoas que talvez não tenham a condição de saber que tem um monte de criançada que dá para educar. As ofensas são do jogo, mas cusparada é muito feio, cara. Eu ter que limpar minha cabeça e minha roupa é feio, cara", disse Tite.

Posteriormente, Anderson Barros, diretor de futebol do Palmeiras, entrou em contato com o executivo de futebol do clube carioca, Bruno Spindel, para pedir desculpas em nome da instituição.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Jogada10
Compartilhar
Publicidade
Publicidade