PUBLICIDADE

Verstappen diz que Hamilton "não foi sujo" em acidente, mas "julgou mal aquela curva"

O acidente entre Max Verstappen e Lewis Hamilton no GP da Inglaterra segue repercutindo no paddock da Fórmula 1. O holandês, porém, não viu maldade do rival no toque que encerrou sua participação na corrida em Silverstone

29 jul 2021 11h26
| atualizado às 11h39
ver comentários
Publicidade
Max Verstappen tocou em Lewis Hamilton na largada em Silverstone
Max Verstappen tocou em Lewis Hamilton na largada em Silverstone
Foto: Reprodução / Grande Prêmio

O acidente entre Lewis Hamilton e Max Verstappen no GP da Inglaterra segue repercutindo depois de duas semanas. Na coletiva às vésperas do GP da Hungria, o holandês comentou sobre o incidente que teve com o rival na última etapa.

Além de confirmar que conversou com Hamilton, por telefone, após o acidente, Verstappen também analisou a situação. O incidente em Silverstone foi logo na primeira volta e resultou em uma punição de 10 segundos para o inglês da Mercedes.

"Eu me defendi muito, mas não de forma agressiva. Não acho que fiz algo de errado, mas eu poderia tê-lo empurrado contra o muro. Eu sou um piloto duro, mas justo, sei como posicionar meu carro. Tenho zero pontos de punição, acho que isso diz o suficiente, não me importo com o que as outras pessoas pensam", afirmou o piloto da Red Bull.

Max Verstappen bateu com muita força após toque com Hamilton (Foto: Reprodução/F1)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Questionado sobre o que pensa do estilo de Hamilton e se o considera sujo, Verstappen foi curto e grosso. "Não, não é isso, acho que ele apenas julgou mal naquela curva", pontuou.

"Não estou contente com o que aconteceu, mas ambos continuamos a lutar pelo título e continuaremos a correr um contra o outro da melhor maneira possível", seguiu o líder da F1 em 2021.

Verstappen também comentou sobre o que achou da punição de 10 segundos aplicada a Lewis Hamilton. O piloto da Mercedes cumpriu nos boxes, voltou à pista e ultrapassou Charles Leclerc nas voltas finais, vencendo assim a prova em Silverstone.

"Nossos carros são tão rápidos que facilmente criamos uma diferença de 40 ou 50 segundos sobre os outros, então uma penalidade de 10 segundos não é muito", opinou. O holandês ainda pediu "bom senso" nas punições aplicadas.

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade