1 evento ao vivo

Hamilton lidera primeiro treino livre em Monaco

23 mai 2019
09h09
atualizado às 10h43
  • separator
  • 0
  • comentários

Na manhã desta quinta-feira, Lewis Hamilton, da Mercedes, foi o mais rápido no primeiro treino livre do Grande Prêmio de Monaco da Fórmula 1, no tradicional circuito de Montecarlo. O britânico liderou a sessão com tempo de 1m12s106.

Desta vez, não houve dobradinha da Mercedes. Isso porque Max Verstappen, da Red Bull, que chega nessa etapa com uma expectativa alta, ficou em segundo, a apenas 0s059 do líder. Valtteri Bottas, por sua vez, fechou em terceiro, a 0s072 do companheiro de equipe.

Já a Ferrari, mais uma vez começa o fim de semana dando sinais de preocupação. Isso porque Charles Leclerc, dono da casa, apareceu em quarto, 0s361 mais lento que Hamilton, enquanto Sebastian Vettel conseguiu a quinta colocação, a 0s717 do atual campeão.

Os pilotos volta a entrar em ação às 10h (horário de Brasília) desta quinta-feira para a realização do segundo treino livre. A corrida está marcada para o próximo domingo, às 10h10.

A atividade em Montecarlo ficou marcada por homenagens a Niki Lauda, que faleceu na última segunda-feira em decorrência de complicações renais. Mercedes, STR, Haas e Ferrari levaram menções ao austríaco em seus carros, enquanto Vettel utilizou um capacete especial com o nome do ídolo da Fórmula 1.

Além disso, a sessão contou com algumas "confusões". A começar por Romain Grosjean, que acabou por atrapalhar Daniel Ricciardo e Kevin Magnussen por conta de problemas em seu rádio. Dessa forma, portanto, os comissários deram bandeira preta para os dois pilotos da Haas. A equipe americana só conseguiu resolver o problema a 17 minutos do fim, mas ainda houve tempo para a dupla cravar lugares entre os 10 primeiros.

Como já é de costume em Monaco, os pilotos sofreram bastante nas curvas. Sergio Pérez, Lando Norris, Valtteri Bottas e Charles Leclerc escaparam na Saint Devote, curva localizada no final da reta dos boxes. Robert Kubica, por sua vez, perdeu a traseira do carro na saída da curva do Cassino e ainda encostou o bico no guard rail, mas conseguiu voltar para a pista. Já Verstappen travou os pneus na freada para a Mirabeau, mas também retornou ao traçado.

A McLaren foi outra que teve problemas. Carlos Sainz ficou o treino inteiro nos boxes por conta de ajustes no seu carro, e quando conseguiu acelerar na pista, já não havia mais tempo para marcar volta rápida.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade