5 eventos ao vivo

Ganassi surpreende e anuncia Palou como substituto de Rosenqvist para 2021

Destaque na Dale Coyne, Álex Palou recebe a chance de correr na Ganassi após saída de Felix Rosenqvist. Espanhol ocupa o carro #10 e faz parte da operação de quatro bólidos do time em 2021

29 out 2020
14h17
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Indycar
Indycar
Foto: Grande Prêmio

Horas após a McLaren confirmar a contratação de Felix Rosenqvist, a Ganassi respondeu de forma surpreendente sobre o novo piloto do carro #10. Trata-se do espanhol Álex Palou, que guiou pela Dale Coyne em 2020. Ele se junta ao hexacampeão Scott Dixon, Marcus Ericsson e Jimmie Johnson no programa de quatro carros da equipe.

Com 23 anos de idade, Palou chegou na Indy em 2020 no carro #55 da Dale Coyne Racing, feito em operação com a japonesa Team Goh. A temporada de estreia de Álex foi encerrada com a 16ª colocação na tabela, com 238 pontos. A atuação de destaque foi na corrida 1 em Elkhart Lake, quando subiu ao pódio com a terceira posição.

Álex Palou em ação pela Dale Coyne
Álex Palou em ação pela Dale Coyne
Foto: Indycar / Grande Prêmio

Siga o GRANDE PRÊMIO nas redes sociais:

"Dizer que estou entusiasmado ou excitado por dar esse passo na minha carreira seria um eufemismo. Pilotar pela Ganassi é um sonho se tornando real. Acompanho a equipe desde que consigo me recordar e é o tipo de time que qualquer piloto gostaria de estar. Scott [Dixon] teve outra grande temporada, alcançando 50 vitórias e o sexto título, então você não pode pedir nada mais de um companheiro. Estou ansioso para trabalhar com Marcus [Ericsson] e Jimmie [Johnson] também, e começar a contribuir com a equipe", declarou o piloto espanhol.

Palou é o quarto piloto diferente a ocupar o carro #10 da Ganassi desde a aposentadoria de Dario Franchitti, ao fim de 2013. Tony Kanaan esteve a bordo entre 2014 e 2017, foi substituído por Ed Jones em 2018, que deu lugar ao sueco Rosenqvist nas duas temporadas mais recentes.

"Eu amo ver o crescimento de jovens pilotos. Neste ano, a Indy foi bem complicada para estes jovens pilotos, como Álex, que não tiveram a oportunidade de conhecer as pistas antes ou de realizarem testes privados. Colocando nesta perspectiva, ele fez um grande trabalho. Tivemos uma abertura, Álex estava disponível e o Chip [Ganassi, dono da equipe] possui um grande olhar para talentos. Álex tem aquela faísca, a coisa intangível de combinar talento com diversão", declarou Mike Hull, diretor da Ganassi.

A temporada 2021 da Indy está marcada para começar no dia 7 de março, com o GP de São Petersburgo, na Flórida.

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Veja também:

Veja como ficou carro de piloto da F1 após acidente com fogo
Grande Prêmio
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade