1 evento ao vivo

Inter e Athletico querem aumentar galeria de troféus

18 set 2019
10h41
  • separator
  • 0
  • comentários

A decisão da Copa do Brasil, na noite desta quarta, em Porto Alegre, vai servir para que um dos dois finalistas, Internacional ou Athletico-PR, lustre sua sala de troféus. No caso do time gaúcho, a conquista estaria numa lista top 10 de seus títulos alcançados em 110 anos de história e seria o segundo da competição.

Já para o Athletico, vencer a Copa do Brasil significaria seu terceiro maior êxito no futebol, em 95 anos, ficando atrás apenas do Brasileiro obtido em 2001, numa equipe que contava com Kleberson e Alex Mineiro, e do caneco da Copa Sul-Americana, ano passado.

O Inter chegou ao topo com o título invicto do Mundial de Clubes, em 2006, ao derrotar o Barcelona por 1 a 0, no Japão. O campeão tinha Clemer, Fernandão e Iarley entre seus destaques. Pelo lado dos catalães, apresentavam-se Deco, Iniesta e Ronaldinho Gaúcho. No mesmo ano, o time ganhou a Libertadores, feito que repetiria em 2010. Também conquistou a Copa Sul-Americana, em 2008.

Pelo Brasileiro, tenta quebrar um jejum de 40 anos. Campeão três vezes da competição, está desde 1979 sem vencê-la. Antes, conseguiu a façanha em 1975 e 1976. Faz parte ainda dessa lista a Copa do Brasil, de 1992.

Ou seja, nas últimas décadas o Inter se notabilizou mais pelas conquistas internacionais do que pelas disputas caseiras, excetuando-se, obviamente, o Campeonato Gaúcho, pelo qual já deu a volta olímpica 45 vezes.

O Athletico também é especialista em Estaduais, dos quais já abocanhou 25 títulos paranaenses. Por três vezes, porém, bateu na trave quando perseguia outros resultados memoráveis. Foi vice da Libertadores, em 2005, ficou em segundo lugar no Brasileiro de 2004 e perdeu a decisão da Copa do Brasil de 2013 para o Flamengo.

Veja também

As pessoas que arriscam a vida em busca da riqueza em minas de jade em Mianmar

 

Fonte: Silvio Alves Barsetti
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade