2 eventos ao vivo

De volta ao Furacão, Lucho terá confronto especial na Bombonera

6 mai 2019
21h19
atualizado às 21h19
  • separator
  • 0
  • comentários

O Atheltico Paranaense mias uma vez não venceu fora de casa pelo Campeonato Brasileiro ao ficar em um empate diante da Chapecoense e já precisa mudar a chave o jogo de quinta-feira diante do Boca Juniors, pela Libertadores da América. A boa notícia veio ainda no segundo tempo da partida em Santa Catarina, com o retorno do meia Lucho González, recuperado de uma lesão na panturrilha.

"Não gosto de ficar fora. Infelizmente, sofri uma lesão no jogo contra o Tolima, mas estou contente por voltar", afirmou o jogador, que só não gostou mesmo do resultado final da partida em Chapecó. "Claro que não saímos satisfeitos com o empate. Acho que fizemos por merecer e seria um retorno ainda mais feliz com a vitória", acrescentou.

Agora o foco é todo no duelo da Bombonera, que trás recordações ao meia, que ficou marcado por sua passagem pelo River Plate, maior rival do Boca. "É um jogo especial, por todo o meu passado nos times da Argentina, principalmente no River Plate. É importante que chegamos nesse jogo classificados. O Boca é um adversário muito forte, mas temos o objetivo de ser primeiro do grupo, sabendo que será uma partida extremamente difícil", avaliou.

Essa será a primeira partida da história do Furacão no mítico estádio mas, mesmo com pressão esperada, Lucho se mostra confiante em um bom resultado. "É um estádio típico e que estará lotado. A torcida faz muita diferença a favor deles, mas já temos enfrentado estádios com esse clima. Dentro de campo, sabemos que são os jogadores que definem o jogo. E nós já mostramos que, com todos concentrados, temos muita força", concluiu.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade