PUBLICIDADE

Hora de renegociar dívidas: MegaFeirão Serasa e Desenrola segue até o fim de março

Mais de 700 empresas, Ministério da Fazenda, Correios e concessionárias de contas básicas se mobilizam na ação; saiba como participar

4 mar 2024 - 08h51
(atualizado às 09h05)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Reprodução/iStock/Emerson Barreto

A partir desta segunda-feira, 4, tem início o MegaFeirão Serasa e Desenrola para renegociação de dívidas. A ação mobiliza mais de 700 empresas, Ministério da Fazenda, Correios e concessionárias de contas básicas pelo combate à inadimplência.

As ofertas especiais, que seguem até o fim de março, podem ser acessadas por consumidores de todo o País por meios digitais ou presenciais. 

Ao todo, segundo a Serasa, mais de 550 milhões de ofertas estão disponíveis no MegaFeirão, além dos descontos de até 96% do Programa Desenrola. 

Como renegociar

É possível participar do Mega Feirão Serasa e Desenrola de forma online e gratuita pelos canais:

  • Site do MegaFeirão no Serasa; 
  • Aplicativo ‘Serasa’, disponível no Google Play e App Store;
  • WhatsApp, por meio do número 11 99575–2096.

De forma presencial, é possível regularizar as pendências em todas as agências dos Correios do Brasil, a partir de uma taxa de R$ 4,20.

Em São Paulo, a Serasa conta com uma parceria inédita com os Correios para realizar atendimentos no Palácio dos Correios, no Centro Histórico da capital de São Paulo, presencialmente. Esse tipo de atendimento vai de 4 e 28 de março, das 10h às 18h, de segunda a sexta-feira.

Serasa e Desenrola

No último dia 15, o Ministério da Fazenda anunciou que a plataforma do programa Desenrola poderá ser acessada, em sua reta final, por meio de parceiros, sendo o primeiro deles a Serasa. 

A plataforma passou a funcionar como um hub, o que significa que o seu acesso pode ser feito não apenas pelo site do governo, mas também por sites de parceiros, que podem ser instituições financeiras, como bancos, e bureaus de crédito.

Segundo a Fazenda, 12 milhões de pessoas foram beneficiadas pelo programa até o último dia 15 de fevereiro.  Mais da metade das pessoas que renegociaram dívidas (55%) são mulheres. No geral, os descontos médios obtidos são de 85% na renegociação de um total de R$ 35 bilhões em dívidas que estavam atrasadas. *Com informações do Estadão Conteúdo

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade