PUBLICIDADE

EWZ cai 1,70% no after hours em NY, em meio a impasses fiscais do Brasil

12 abr 2021
0comentários
Publicidade

O EWZ, principal fundo de índice (ETF, na sigla em inglês) de ativos brasileiros na Bolsa de Nova York, terminou a sessão do after hours desta segunda-feira em queda forte, diante do temor dos investidores quanto às contas públicas brasileiras. No encerramento do pregão estendido, a cota do EWZ recuou a US$ 32,95, desvalorização de 1,70%.

A baixa do EWZ reflete a tensão crescente com a questão do teto de gastos. No meio da tarde desta segunda-feira, o Broadcast/Estadão revelou que o governo elabora uma Proposta de Emenda à Constituição para renovar os programas de combate aos efeitos da covid-19 via crédito extraordinário, sem ter de acionar o estado de calamidade.

Embora a PEC "carimbe" os recursos e possa ajudar a resolver o impasse do Orçamento de 2021, abrindo espaço para emendas parlamentares, preocupa os agentes do mercado financeiro o fato de o texto prever gastos fora do teto, âncora que ainda garante certa credibilidade fiscal ao Brasil.

Segundo mostrou reportagem do Broadcast/Estadão , após o fechamento do mercado brasileiro, a PEC desenhada pelo governo pode conceder até R$ 18 bilhões para bancar obras fora do teto de gastos. Outros R$ 17 bilhões seriam divididos entre o programa que permite redução de jornada e salário ou suspensão de contrato de trabalhadores (R$ 10 bilhões) e o de crédito para micro e pequenas empresas (R$ 7 bilhões), além de uma autorização, sem valor específico, para gastos na área de saúde, relacionadas ao combate à pandemia, inclusive aquisição de vacinas, insumos e despesas relacionadas a campanhas de imunização.

Estadão
Publicidade
Publicidade