PUBLICIDADE

Alemão que empreende no Brasil mira mercado de US$ 35 bi

Edtech promove ensino com Inteligência Artificial via WhatsApp.

10 mar 2022 - 02h00
Compartilhar
Exibir comentários
Jan Krutzinna, fundador e CEO do ChatClass
Jan Krutzinna, fundador e CEO do ChatClass
Foto: Marco Torelli / Divulgação

No Brasil, o sucesso da troca de mensagens instantâneas em formato de texto e vídeos pelo WhatsApp vai além de ser apenas entre amigos e familiares. Atento ao sucesso da plataforma no país, o CEO e fundador da edtech ChatClass, Jan Krutzinna, apostou no app como ferramenta de estudo de inglês e, no ano de 2021, ampliou o escopo de atuação para cursos de aperfeiçoamento contínuo dentro das empresas, prática chamada de upskilling. 

Com o novo formato, a edtech impactou em 2021 mais de 180 mil pessoas com seus conteúdos via WhatsApp por meio de mais de 30 empresas parceiras.

É por meio da tecnologia de Inteligência Artificial (IA) que um chatbot envia conteúdos de diversos temas como sustentabilidade, educação financeira, gestão de projetos e times, vendas e operação, para os smartphones de colaboradores e funcionários dessas empresas. Marcas como Faber-Castell, Stone, Cultura Inglesa, Empiricus e Fretebras já tiveram seus times impactados pela IA da ChatClass.

“Tivemos um ano muito bom com a ampliação de nossa tecnologia para o meio corporativo. Auxiliamos desde empresas que usaram a ferramenta para treinamentos internos de times para aquelas que tinham um propósito mais social como a iniciativa Phomenta no curso de Captação de Recursos para ONGs e a Stone no programa Reconecta, focado na educação de empreendedores em situação de vulnerabilidade social”, explica Krutzinna. 

A empresa também foi “Somos Mais Fortes em Conjunto” no treinamento e desenvolvimento para inclusão social de pessoas trans.

Reconhecida como uma das edtechs mais inovadoras do mundo pela GSV Cup, a ChatClass faz parte de um ecossistema de startups que movimenta US$ 35 bilhões por ano, segundo estudo da consultoria BCG. O levantamento da consultoria também aponta que o mercado de chat commerce pode chegar a US$ 130 bilhões até 2025.

E, de acordo com o CEO, Jan Krutzinna, a perspectiva é que 2022 seja um ano ainda mais promissor e que a edtech cresça ainda mais até o final de dezembro.

“O ensino remoto seguiu em crescimento neste ano e, como atuamos com comunicação instantânea aliada à educação, tivemos uma boa aceitação do mercado para que nossa tecnologia ágil e de alta capilaridade fosse introduzida em seus treinamentos e ações para o público final. Pelo app, o aluno tem mais autonomia e dinamismo no aprendizado, além de estar aprendendo em uma ferramenta presente em 99% dos smartphones no país. Queremos levar essa democratização do ensino para cada vez mais marcas e públicos”, finaliza o CEO da ChatClass.

(*) HOMEWORK inspira profissionais e empreendedores a trabalhar de um jeito mais inteligente, saudável, transformador. Nosso conteúdo impacta mais de 1 milhão de usuários únicos, todo mês. É publicado no Terra e compartilhado via redes sociais, WhatsApp e newsletter. Entre pra comunidade HOMEWORK!

Homework Homework
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade