PUBLICIDADE

Plácido Domingo quebra silêncio sobre acusações e diz que não assediou ninguém

21 jan 2022 18h44
ver comentários
Publicidade

O astro da ópera Plácido Domingo abordou em entrevista publicada nesta sexta-feira acusações de assédio sexual que surgiram há dois anos, dizendo ao jornal El Mundo que não fez nada de errado e se arrependeu de não ter falado antes.

Uma investigação de 2020 do American Guild of Musical Artists (AGMA) concluiu que Domingo, de 81 anos, se comportou de forma inadequada com artistas do sexo feminino depois de ouvir evidências de mais de três dezenas de cantoras, dançarinas, profissionais da música, professoras de voz e funcionárias de bastidores, que disseram ter testemunhado ou vivenciado comportamento inadequado ao longo de três décadas.

O espanhol disse em um comunicado na época que respeitava as decisões das mulheres de se manifestarem e que estava "verdadeiramente arrependido pela dor que causei a elas".

As revelações levaram a Espanha a cancelar as apresentações planejadas com financiamento público. Instituições dos EUA, incluindo a Metropolitan Opera em Nova York e a San Francisco Opera, também cancelaram compromissos planejados e Domingo renunciou ao cargo de diretor geral da Ópera de Los Angeles.

A LA Opera conduziu sua própria investigação e considerou "críveis" dez alegações sobre Domingo.

Nenhum caso criminal foi levado a tribunal sobre qualquer uma das alegações.

Domingo disse ao El Mundo na entrevista publicada nesta sexta-feira que nunca assediou ninguém e que se sentiu condenado no tribunal da opinião pública porque não se manifestou.

"O principal erro que cometi foi ficar em silêncio por muito tempo", afirmou ele em respostas escritas às perguntas do jornal. "Não gosto de controvérsias. Por isso fiquei afastado enquanto observava como, em um instante, anos de trabalho e esforço eram apagados."

Domingo acrescentou que suas desculpas não significam qualquer irregularidade. "Porque eu nunca assediei ninguém", disse ele.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade