PUBLICIDADE

Chris Pratt desabafa sobre críticas: "Eu chorei"

28 jun 2022 - 21h37
(atualizado às 21h43)
Ver comentários
Publicidade
Foto: Instagram/Chris Pratt / Pipoca Moderna

O ator Chris Pratt ("Guardiões da Galáxia") fez um desabafo durante uma entrevista à revista Men's Health, declarando lamentar ser visto como uma pessoa mais religiosa do que realmente é.

Pratt passou a ser associado à religiosidade em 2019, durante o recebimento de um prêmio no MTV Movie Awards. À época, ao mencionar suas nove regras, ele destacou em uma delas que "Deus é real. Deus te ama, Deus quer o melhor para você. Acredite nisso, eu acredito."

"Talvez tenha sido arrogante eu ter subido no palco e dito as coisas que eu disse. Não tenho certeza se alguém se sentiu tocado", o ator ponderou, em retrospecto.

Naquele mesmo ano, ele foi acusado por Eliot Page de frequentar uma Igreja polêmica, a Hillsong, que condena ferozmente a comunidade LGBTQIA+. À época, Pratt respondeu que os comentários "não poderiam estar mais longe da verdade", afirmando que frequenta uma igreja "que abre suas portas para absolutamente todos".

Agora, o ator reforçou que não frequenta nem nunca frequentou a Hillsong, que recentemente também se envolveu em acusações de abuso sexual.

Durante a conversa, ele procurou reforçar a diferença entre sua fé e a opressão das religiões ao longo dos séculos.

"A religião tem sido opressiva pra caral** há muito tempo", disse ele. "Eu não sabia que meio que me tornaria o rosto de uma religião, quando na verdade nem sou uma pessoa tão religiosa. Acho que há uma diferença muito grande entre ser religioso - aderir aos costumes concebidos pelos homens, muitas vezes apropriando-se do encantamento reservado a quem acredito ser um Deus muito real - e usar religião para controlar as pessoas, tirar dinheiro das pessoas, abusar de crianças, roubar terras e justificar o ódio".

Por fim, Pratt revelou que chorou depois de receber críticas na imprensa e nas redes sociais por mencionar que sua esposa Katherine Schwarzenegger tinha dado à luz uma menina saudável no ano passado. "Muitos artigos saíram dizendo: 'Isso é tão constrangedor. Não posso acreditar que Chris Pratt agradeceria a esposa por uma filha saudável quando seu primeiro filho nasceu prematuro'". O filho mais velho do ator teve hemorragia cerebral, precisando de cuidados especiais.

"Meu filho vai ler isso um dia. Ele tem nove anos. Isso realmente me incomodou, cara. Eu chorei por isso", afirmou.

O astro poderá ser visto nos cinemas e em streaming em dois lançamentos dos próximos dias. Chris Pratt protagoniza a série "A Lista Terminal", da Amazon Prime Vídeo, que será lançada em 1º de julho, e participa de "Thor: Amor e Trovão", da Marvel, com estreia marcada para 7 de julho nos cinemas brasileiros.

Pipoca Moderna Pipoca Moderna
Publicidade
Publicidade