4 eventos ao vivo

Seriado acusado de gordofobia tem pior avaliação da história

Petição online pede que a série seja retirada do ar, enquanto criadora e atriz defendem o lado satírico de 'Insatiable'.

13 ago 2018
16h53
  • separator
  • comentários

A história tem cara de típico seriado adolescente americano: Patty é uma garota que sofre bullying na escola por ser gorda. Um dia, quebra a mandíbula e passa três meses com uma dieta a base de líquidos. Ao retornar à escola, está magra, bonita e sedenta por vingança. O que poderia ser mais uma série boba se fosse lançada alguns anos atrás, hoje se tornou um vulcão de polêmicas nas redes sociais.

A série em questão é Insatiable, que chegou nesta semana ao catálogo da Netflix e alcançou o título de conteúdo original com a pior avaliação de toda a história da plataforma. Além das avaliações dos próprios assinantes, a série obteve apenas 6% de aprovação da crítica no Rotten Tomatoes e 24 (de um máximo de 100) do Metric. Uma petição online com 231 mil assinaturas pede que a série seja retirada do ar

As críticas começaram no início de julho último, quando este trailer foi divulgado:

A série foi acusada de lipofobia (também conhecida como gordofobia), pois supostamente incentivava o fat-shaming, ou seja, ridicularizar alguém por ser gordo.

Foto: Netflix / Reprodução

“Eu não estou surpresa com a polêmica, pois é um assunto delicado e as pessoas têm sentimentos em relação a isso”, disse Lauren Gussis, criadora da série, ao Buzzfeed.

Já a atriz Debby Ryan, protagonista de Insatiable, defende a série dizendo que ela satiriza aborda o controle do corpo pela sociedade.

 

Geek

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade