PUBLICIDADE

Estreias do cinema incluem 'O Protetor 3', 'Patrulha Canina 2' e mais

Confira a lista!

5 out 2023 - 07h03
(atualizado às 10h15)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Divulgação/Sony Pictures / Pipoca Moderna

A programação de cinema destaca três filmes de lançamentos amplos nesta quinta-feira (5). Denzel Washington volta em 'O Protetor - Capítulo Final', encerrando a trilogia de ação que conquistou o público, 'Patrulha Canina: Um Filme Superpoderoso' traz uma nova aventura dos cães mais amados da televisão e 'Rodeio Rock' oferece romance no cenário musical brasileiro.

Confira abaixo mais detalhes das estreias, incluindo os lançamentos limitados.

'O PROTETOR - CAPÍTULO FINAL'

Denzel Washington ('Sete Homens e Um Destino') volta ao papel de Robert McCall no terceiro e supostamente último filme da franquia, após 'O Protetor' (2014) e 'O Protetor 2' (2018), para distribuir mais justiça com as próprias mãos. Desta vez, McCall se encontra na pequena vila calabresa de Altomonte, na Itália. Enquanto se recupera de ferimentos, ele se integra à comunidade local e começa a vislumbrar uma vida mais tranquila. No entanto, quando a máfia local começa a atormentar os moradores, ele se vê compelido a agir, resultando em um último confronto com gângsteres armados. Pela primeira vez, porém, ele não está sozinho, contando com a ajuda da nova personagem Emma Collins, interpretada por Dakota Fanning, uma agente da CIA que se tornar uma aliada.

Um detalhe interessante é que Washington e Fanning realizam um reencontro na produção. Os dois trabalharam juntos anteriormente em outro thriller, 'Chamas da Vingança' (2004), quando a atriz tinha 10 anos.

O 'Capítulo Final' mantém a abordagem violenta e gráfica que caracteriza a franquia, com sequências de ação audaciosas e sangrentas, novamente dirigidas por Antoine Fuqua. Além do mesmo tom dos filmes anteriores, também mantém elementos familiares para quem acompanha a trilogia. Mas o que eleva a produção acima do padrão é mesmo a performance de Washington, que adiciona um peso dramático à trama, com o arco de redenção do protagonista, que tenta se redimir do que fez como assassino do governo dos EUA.

 

'PATRULHA CANINA: UM FILME SUPERPODEROSO'

Animação realizada em parceria com o canal infantil Nickelodeon, o filme é o segundo da franquia para os cinemas, seguindo o sucesso de 'Patrulha Canina: O Filme', lançado em 2021. Escrito e dirigido por Cal Brunker e Bob Barlen ('Patrulha Canina: O Filme'), conta uma aventura inédita dos cães aventureiros, agora como super-heróis. Após um meteoro mágico se chocar com Adventure City, os filhotes da Patrulha Canina ganham superpoderes. Para Skye, menor membro da equipe, seus novos poderes são um sonho que se tornou realidade. Por outro lado, as coisas tomam um rumo inesperado quando o arqui-inimigo dos filhotes, Humdinger, escapa da prisão e se une a Victoria Vance, uma cientista maluca obcecada por meteoros, para tentar roubar os poderes dos superpets. Com o destino de Adventure City em jogo, a Patrulha Canina terá que deter os vilões antes que seja tarde demais.

O grandioso elenco de vozes originais conta com Kristen Bell ('The Good Place'), Kim Kardashian ('The Kardashians'), Serena Williams ('Glass Onion: Um Mistério Knives Out'), Christian Convery ('Sweet Tooth'), McKenna Grace ('Ghostbusters - Mais Além'), Lil Rel Howery ('Amizade de Férias'), James Marsden ('Desencantada'), Taraji P. Henson ('Empire - Fama e Poder'), Marsai Martin ('Black-Ish') e Ron Pardo ('Patrulha Canina: O Filme'). Já a versão brasileira destaca as dublagens da vice-campeã do 'BBB 23' Aline Wirley, seu marido Igor Rickli e o filho do casal, Antônio, de apenas 8 anos.

Adaptação de uma série animada, os filmes de 'Patrulha Canina' não aspiram a profundidade das produções da Disney, Pixar, DreamWorks e Illumination, mas custam uma fração dos lançamentos desses estúdios. A produção da Paramount teve um orçamento de apenas US$ 30 milhões e é parte de uma franquia que já rendeu US$ 14 bilhões em vendas globais no varejo desde 2014.

 

'RODEIO ROCK'

O musical romântico conta a história de dois artistas idênticos em aparência, mas completamente diferentes em personalidade: o cantor sertanejo mais famoso – e polêmico – do Brasil, e um roqueiro que, apesar de talentoso, não é reconhecido. Ambos os personagens são interpretados por Lucas Lucco.

Hero, o roqueiro talentoso, tem aversão à música sertaneja, principalmente por ser extremamente parecido com o maior cantor brasileiro do gênero, Sandro Sanderlei. No entanto, Hero vê sua vida mudar quando tem a chance de substituir o sertanejo em sua turnê, após o artista entrar em coma. Desempregado e cheio de dívidas, Hero aceita a proposta de viajar pelo país fazendo os shows de Sandro Sanderlei. No entanto, durante a turnê, ele conhece Lulli (Carla Diaz, de 'A Menina que Matou os Pais'), ex-namorada de Sandro, e acaba se apaixonando por ela. A partir daí, ele terá que escolher entre perder sua identidade e ganhar a fama e o sucesso que sempre buscou, ou ser fiel aos seus princípios e conquistar a mulher que ama.

A produção, dirigida por Marcelo Antunez ('O Palestrante'), marca a estreia como roteirista do ator Felipe Folgosi – que fez 'Chiquititas' como Carla, só que em outra geração.

 

'NOSTALGIA'

O drama italiano explora a complexa relação de um homem com sua cidade e seu passado. No longa, Felice Lasco, interpretado por Pierfrancesco Favino ('O Traidor'), retorna a sua cidade natal, Nápoles, após 40 anos vivendo no exterior. O motivo inicial da visita é o estado de saúde frágil de sua mãe idosa, Teresa, mas a cidade e as memórias que ela evoca começam a exercer uma atração irresistível sobre ele.

O reencontro com sua mãe é emocionalmente carregado, mas o que realmente assombra Felice é um assassinato cometido décadas atrás por seu melhor amigo da época, Oreste Spasiano – agora conhecido como O Malommo e um temido chefe da máfia local.

O filme de Mario Martone ('Leopardi: Um Jovem Fabuloso') é o representante oficial da Itália na disputa por vaga no Oscar de Melhor Filme Internacional e é notável pela atuação sensível de Favino, que foi indicado ao European Film Award. A cinematografia de Paolo Carnera adiciona uma camada de autenticidade ao retrato de Nápoles, que muitas vezes se sente como um personagem à parte. Flashbacks formatados em Super 8 oferecem um contraste exuberante com as cenas mais pensativas ou sombrias do presente, reforçando a complexidade das escolhas e relações que moldam a vida de Felice.

 

'OS FILHOS DOS OUTROS'

O drama francês centra-se em Rachel, uma professora de 40 anos interpretada por Virginie Efira ('Benedetta'), que vive uma vida aparentemente plena em Paris, até que sua existência toma um novo rumo ao conhecer Ali, um designer de automóveis, interpretado por Roschdy Zem ('Notre-Dame - Catedral em Chamas'). A relação entre os dois se intensifica rapidamente, e Rachel se vê cada vez mais envolvida na vida da filha de Ali, Leïla. O filme explora a complexidade das escolhas modernas em torno da maternidade e dos relacionamentos, à medida que Rachel assume um papel de cuidadora, mas sempre à margem da relação entre Ali e a mãe de Leïla, Alice, interpretada por Chiara Mastroianni ('A Garota da Pulseira').

A trama segue Rachel durante aproximadamente um ano, abordando não apenas sua relação com Ali e Leïla, mas também sua vida profissional como professora e sua relação com a própria família. O filme também apresenta subtramas que incluem um aluno problemático e uma visita ao ginecologista, interpretado pelo cineasta documentarista Frederick Wiseman ('National Gallery'), que adicionam camadas à narrativa, mostrando as realidades muitas vezes contraditórias da vida adulta contemporânea. A diretora e roteirista Rebecca Zlotowski ('A Prima Sofia') evita melodramas e soluções fáceis, optando por uma abordagem mais sutil e realista das complexidades emocionais e sociais enfrentadas pela protagonista.

Virginie Efira, que já foi premiada com o César, venceu o troféu Lumiére de Melhor Atriz com este filme.

 

'UMA FAMÍLIA EXTRAORDINÁRIA'

Kiernan Shipka ('O Mundo Sombrio de Sabrina') estrela o drama indie com uma jovem que cuida de seus pais com deficiência mental. A trama foi inspirada pela sobrinha e os tios do diretor estreante Matt Smukler, que vivem a mesma complexa dinâmica familiar. Na trama, Shipka vive Bea, que enfrenta desafios típicos da adolescência, enquanto cuida de seus pais neurodivergentes. É um enredo que dialoga com temas de amadurecimento rápido e lealdade familiar, tornando-se um ponto de reflexão sobre os múltiplos aspectos do crescimento.

A pressão para Bea crescer vem de diversas frentes, incluindo um professor que a incentiva a focar em si mesma e um interesse amoroso que questiona seus motivos para cuidar de seus pais, levando Bea a ponderar suas próprias necessidades contra as de sua família.

O elenco inclui Samantha Hyde ('Atypical') e Dash Mihok ('Ray Donovan') como os pais, além de Charlie Plummer ('Quem É Você, Alasca?'), Alexandra Daddario ('As Bruxas Mayfair'), Jean Smart ('Hacks'), Brad Garrett ('Everybody Loves Raymond'), Jacki Weaver ('Yellostone'), Reid Scott ('Veep') e a menina Ryan Kiera Armstrong ('Chamas da Vingança') como a versão infantil de Bea.

'Uma Família Extraordinária' teve sua première mundial no Festival Internacional de Cinema de Toronto do ano passado e chegou aos cinemas americanos em março.

 

'UM FILME DE CINEMA'

Vencedor do Festival de Tiradentes com 'Jovens Infelizes ou um Homem que Grita Não é um Urso que Dança' em 2016, Thiago B. Mendonça voltou ao evento dois anos depois com uma proposta incomum: explorar a arte do cinema através do olhar infantil. O filme, que passou em vários países do mundo antes de finalmente estrear comercialmente no Brasil, gira em torno de um cineasta, interpretado por Rodrigo Scarpelli ('Psi'), que serve como um alter ego do próprio Mendonça. O personagem enfrenta uma crise criativa e encontra uma saída quando sua filha mais velha decide fazer um filme como trabalho escolar. O projeto se torna uma oportunidade para o pai revisitar a história do cinema e redescobrir sua paixão pela sétima arte.

A produção foi inspirada nas filhas do diretor, Bebel e Isa, que protagonizam o filme de forma espontânea e improvisada. A produção mistura elementos documentais e ficcionais, capturando tanto a realidade da família quanto a magia do cinema, e funciona também como uma ferramenta educativa, que busca inspirar a criatividade do público infantil e contribuir para a formação de um novo público para o cinema brasileiro.

 

'LINHA DE FRENTE'

O filme da dupla Felipe Menezes e Gustavo Gama Rodrigues foca o trabalho de patrulha das fronteiras brasileiras, mais de 16 mil quilômetros que dividem o Brasil de seus países vizinhos. O documentário acompanha fiscais e agentes policiais, que se veem em um fogo cruzado de organizações criminosas.

 

'PLAUTO, UM SOPRO MUSICAL'

Documentário sobre um dos maiores músicos gaúchos: Plauto Cruz, considerado por muitos o melhor flautista do Brasil.

Pipoca Moderna Pipoca Moderna
Compartilhar
Publicidade
Publicidade