3 eventos ao vivo

IDA Awards: Novo filme do casal Obama vence principal premiação de documentários

17 jan 2021
11h31
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Foto: Divulgação/Netflix / Pipoca Moderna

A Associação Internacional de Documentários (IDA, na sigla em inglês) realizou na noite de sábado (16/1) sua cerimônia anual de premiação, consagrando "Crip Camp: Revolução pela Inclusão", da Netflix, como Melhor Documentário do ano.

O filme dirigido por Nicole Newnham e Jim LeBrecht narra o nascimento do movimento pelos direitos dos deficientes e foi realizado pela produtora Higher Ground, do casal Barack e Michelle Obama.

"Crip Camp" é o terceiro documentário produzido pelos Obama. O primeiro, "Indústria Americana", venceu o Oscar 2020 em sua categoria - e muitos outros prêmios, inclusive no IDA Awards de 2019.

Outros títulos da Netflix também levaram prêmios, incluindo "As Mortes de Dick Johnson" (Melhor Roteiro e Direção), "John à Procura de Aliens" (Melhor Curta) e " Last Chance U" (Melhor Série Episódica).

Já o troféu de Melhor Direção ficou com Garrett Bradley por "Time", um lançamento da Amazon que narra o esforço incansável de uma mulher da Louisiana que lutou por 20 anos para garantir a libertação de seu marido da prisão.

"Este tem sido um ano excepcionalmente desafiador para todos os contadores de histórias de documentários. Mas sua resistência, arte e busca incansável pela verdade, muitas vezes em face de adversidades esmagadoras, deixam uma sensação de esperança para o futuro. Documentar e investigar nosso mundo é um trabalho essencial que revela nossa humanidade e deixa um impacto indelével", disse Simon Kilmurry, diretor executivo da IDA, em um comunicado.

Veja também:

Confira o teaser de Isolado na Pandemia
Pipoca Moderna Pipoca Moderna
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade