PUBLICIDADE

Exposição conta trajetória das mulheres do futebol no Brasil

Mostra "Contra-Ataque" está em exibição no Museu do Futebol, em São Paulo, até outubro; curadoria tem pesquisadoras, ex-capitã e jornalista

28 mai 2019 07h56
| atualizado às 18h48
ver comentários
Publicidade

Encontrar elementos para contar a história do futebol feminino no Brasil é difícil. E só piora porque, durante 40 anos, a prática do futebol por mulheres era proibida por lei. Essa história é o tema da exposição "Contra-Ataque! As mulheres do futebol", aberta ao público a partir desta terça-feira (28), no Museu do Futebol, em São Paulo.

A mostra tem curadoria da pesquisadora Aira Bonfim, da professora Silvana Goellner (Universidade Federal do Rio Grande do Sul), da jornalista Luciane Castro e da ex-capitã da Seleção Brasileira e atual diretora de futebol feminino da Federação Paulista de Futebol, Aline Pellegrino. As quatro se reuniram desde fevereiro para pensar nesta narrativa e resumir a trajetória da participação de mulheres no futebol brasileiro.

Exposição traz camisas usadas pela Seleção feminina
Exposição traz camisas usadas pela Seleção feminina
Foto: Júlia Trindade / Equipe portal

"A história do futebol de mulheres é uma história que ainda está começando a ser construída, pesquisada, então o pouco que a gente já sabe está aqui", explica Aira. O lançamento da exposição recebeu, além das curadoras, nomes ilustres como Fanta, Leda Maria, Roseli, Emily Lima, Juliana Cabral, entre tantas outras que defenderam a camisa canarinho. Além delas, o secretário estadual de Cultura, Sérgio Sá Leitão, também compareceu ao evento e reforçou a importância de contar essas histórias.

"Essa exposição consagra o futebol não só como esporte, mas também como fenômeno cultural", apontou.

Contra-ataque

A história do futebol de mulheres no Brasil se confunde com a própria história política do país. No entanto, pouco se conhece sobre a modalidade, que está em evidência com a realização da Copa do Mundo a partir do dia 7 de junho, na França. Proibida durante a Era Vargas e reinserida na legalidade no período final da ditadura militar, a prática de futebol por mulheres nunca parou. Existem registros de times, competições e exibições mesmo durante esse período. No entanto, o preconceito ainda perdura.

As curadoras da exposição: Lu Castro, Aline Pellegrino, Silvana Goellner e Aira Bonfim
As curadoras da exposição: Lu Castro, Aline Pellegrino, Silvana Goellner e Aira Bonfim
Foto: Divulgação

Silvana Goellner faz questão de lembrar a importância da luta dessas jogadoras, torcedoras, árbitras e jornalistas, todas apoiadoras da modalidade. "A nossa grande mensagem é que houve muita luta. Nada foi concedido, tudo foi conquistado por essas mulheres", ressalta.

Sem spoilers (já que a exposição ficará aberta ao público até o dia 20 de outubro), a exposição permite que o fã conheça parte da história da modalidade e entenda a importância da camisa vestida pela Seleção comandada pelo técnico Vadão. Para Aline, conhecer essa história é fundamental para reconhecer e se espelhar nas conquistas das pioneiras. "As mulheres que fizeram e estão fazendo essa história estão todas aqui, é todo mundo muito acessível", contou.

Cartaz explica parte da história do futebol feminino no Brasil
Cartaz explica parte da história do futebol feminino no Brasil
Foto: Júlia Trindade / Equipe portal

Para quem já contou essa história, mas de outro ponto de vista, o resultado é gratificante. Para Lu Castro, o processo - tão diferente de escrever uma matéria - dá a oportunidade de trazer à tona um passado que não pode ser esquecido. "Tem toda uma equipe envolvida para dar vida ao que a gente, como curadoria, pensa. Existe uma gama gigantesca de pessoas por trás para fazer isso ser mostrado do jeito que a gente quer. É maravilhoso", concluiu.

A mostra "Contra-Ataque: As mulheres do futebol" ficará exposta no Museu do Futebol, em São Paulo, até o dia 20 de outubro. Durante a Copa do Mundo Feminina de Futebol, que será realizada na França a partir de 7 de junho, haverá a exibição de partidas no espaço do museu. Além disso, a exposição permanente conta com detalhes e curiosidades sobre algumas das principais personagens do futebol nacional.

Serviço

CONTRA-ATAQUE! As mulheres do Futebol

De 28/05 a 20/10 - Terça a domingo, 9h às 17h (visitação até as 18h)
Museu do Futebol - Praça Charles Miller, s/nº São Paulo, SP
R$ 15 | Meia-entrada: R$ 7,50 | Entrada gratuita às terças-feiras

Veja também

Intraday: manifestações animam mercado por aprovação da reforma da Previdência:

 

Fonte: Equipe portal
Publicidade
Publicidade