PUBLICIDADE

Apple desiste de lançar carro e leva funcionários para IA generativa

Após uma década, empresa desiste do projeto Titan e irá focar em inteligência artificial

28 fev 2024 - 14h51
Compartilhar
Exibir comentários
Após uma década, empresa desiste do projeto Titan e irá focar em inteligência artificial
Após uma década, empresa desiste do projeto Titan e irá focar em inteligência artificial
Foto: Apple/Divulgação

Com o projeto iniciado há uma década, o carro elétrico da Apple sofreu diversos atrasos, rumores, pessoas entrando e saindo do desenvolvimento e após tanto tempo, de acordo com o jornal americano Bloomberg, parece que o Projeto Titan não existe mais.

A reportagem também afirmou que os funcionários que estavam trabalhando no carro da Apple serão redirecionados para as novidades de inteligência artificial generativa dentro da empresa, que podem entrar no iOS 18. A TechCrunch reportou que a reestruturação do projeto Titan pode levar a demissões também.

Até então, o grande cerne do projeto era eletrificação e condução autônoma. Mas conforme os anos foram passando e avanços significativos não apareceram, muito dinheiro foi gasto. Conforme as informações da Bloomberg, a notícia da dissolução foi feita pelo diretor de operações da Apple, Jeff Williams, e pelo vice-presidente responsável pelo projeto, Kevin Lynch.

A notícia pode até surpreender inicialmente, mas ao considerar que a Apple nunca desenvolveu um protótipo viável (historicamente, a companhia não tende a divulgar protótipos incompletos), além de diversas dúvidas para quem acompanha esse tipo de inovação, não é algo tão inesperado assim.

As especulações mais recentes do carro elétrico da Apple incluiam parcerias com grandes companhias do segmento, como Toyota e Hyundai. Outras empresas, como a fabricante canadense Magna International, a coreana LG e a chinesa Didi Chuxing também tiveram seus momentos de rumores no projeto Titan na última década. No fim, nada foi acordado oficialmente.

Ainda, outras dificuldades como mudanças de executivos de alto nível saíram do projeto ao longo do tempo, fabricantes de automóveis que focam em inovação, assim como as tradicionais, abandonaram a ideia da Apple. 

Outra informação da Bloomberg foi a que a Apple teria reduzido drasticamente suas ambições, indo de desenvolver um carro autônomo para construir um veículo elétrico com recursos automatizados de assistência ao motorista, algo já existente no mercado automobilístico atual, realizado pela Tesla, General Motors e a Ford.

Fonte: Redação Byte
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade