URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Internado, amigo diz em depoimento que motorista de Porsche havia bebido antes do acidente

O amigo de Fernando Sastre disse que o empresário estava alterado e acelerou o carro antes do acidente que matou Ornaldo Viana, de 52 anos

11 abr 2024 - 17h07
(atualizado às 17h39)
Resumo
Um amigo de Fernando Sastre prestou depoimento à polícia, desmentindo a versão dada pela namorada do empresário e afirmando que ele havia bebido antes de assumir a direção do veículo, momentos antes do acidente que vitimou o motorista Ornaldo Viana.
Foto: Reprodução/Band

O amigo do empresário Fernando Sastre de Andrade Filho, que estava no carro quando ocorreu o acidente que matou o motorista Ornaldo Viana, prestou depoimento à polícia nesta quinta-feira, 11. Marcus Vinicius Machado Rocha, de 22 anos, desmentiu a versão dada pela namorada de Sastre, e disse que o amigo havia bebido antes de dirigir e que estava "alterado".

O depoimento foi dado dentro do hospital São Luiz Anália Franco, em São Paulo, onde o amigo do empresário permanece internado desde o acidente. Ele precisou retirar o baço e chegou a ficar em coma induzido.

Publicidade

As informações sobre o que foi dito à polícia são da TV Globo, que conversou com o advogado de Marcus Vinicius. Ele detalhou o que teria ocorrido na noite do acidente.

  • Segundo Marcus, o empresário Fernando Sastre bebeu em um restaurante, antes de irem para a casa de pôquer.
  • Na casa de jogos, os dois não teriam ficado juntos.
  • Depois, na hora de ir embora, o amigo disse que Sastre estava visivelmente alterado, e que houve uma discussão.
  • A última coisa que ele se lembra é de estarem no carro e que Fernando Sastre estava acelerando o veículo.

Sobre o estado de saúde do jovem, o advogado José Roberto Lourenço disse que Marcus Vinicius está estável e deve receber alta nos próximos dias.

Depoimento da namorada

A namorada de Fernando Sastre prestou depoimento por quase duas horas, na terça-feira, 9, no 30º Distrito Policial (DP) do Tatuapé. Ela afirmou que ele não consumiu bebida alcoólica antes de assumir a direção.

Ela contou que os dois teriam um acordo estabelecido no relacionamento de que quando um dos dois bebe, o outro deixa de beber. De acordo com o depoimento da namorada de Fernando, o casal se encontrou na noite de sábado, 30, com um amigo dele, Marcus Vinicius Machado Rocha, e sua respectiva namorada, em um restaurante. Este casal de amigos estava em outro veículo.

Publicidade

O grupo teria voltado separado: Marcus Vinicius acompanhando Fernando e as suas namoradas foram em outro carro. Isso porque, segundo os depoimentos, houve uma discussão na saída da casa de pôquer e a namorada não queria acompanhar Fernando no Porsche.

Relembre o acidente

Vídeo mostra o momento em que Porsche bate em carro de motorista de aplicativo em SP
Video Player

Por volta das 2h do dia 31 de março, um domingo, o Porsche dirigido por Fernando colidiu contra o Sandero conduzido pelo motorista por aplicativo Ornaldo Viana, de 52 anos, na Avenida Salim Farah Maluf, em São Paulo. 

Os policiais militares que atenderam a ocorrência não submeteram o empresário ao teste do bafômetro. A conduta dos agentes está sendo analisada, segundo a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP). Em nota, a pasta disse que a Polícia Militar instaurou uma sindicância e "comprovado o descumprimento dos procedimentos operacionais, os policiais serão responsabilizados".

Fonte: Redação Terra
Fique por dentro das principais notícias
Ativar notificações