0

Hormônio do amor pode ser causador da depressão pós-parto

  • separator

Durante o sexo, o parto e também na amamentação, o corpo da mulher fabrica um hormônio chamado ocitocina, responsável pela sensação de prazer e contrações uterinas. Com extrema importância para o organismo, este hormônio, chamado por muitos de hormônio do amor, está sendo ligado a uma doença: a depressão pós-parto. Segundo especialistas suíços e norte-americanos, mulheres com baixos níveis desta substância no organismo durante a gestação teriam mais chances de desenvolver depressão pós-parto, como divulgou o jornal britânico Daily Mail desta sexta-feira (13).

A depressão pós-parto atinge cerca de 19% das mães
A depressão pós-parto atinge cerca de 19% das mães
Foto: Getty Images

Durante as pesquisas, os cientistas analisaram 74 mulheres, que tiveram os níveis de seus hormônios medidos no fim do terceiro trimestre de gravidez e responderam um questionário sobre como se sentiam em relação à gestação. Na noite seguinte ao parto, elas receberam o mesmo questionário, o que possibilitou aos pesquisadores constatarem que mulheres com pouca ocitocina se sentiam desanimadas durante a gravidez e tendiam à depressão.

Embora soe razoável prescrever pílulas de ocitocina sintética para prevenir o mal, é importante lembrar que o produto produz efeitos colaterais indesejados quando usados para induzir o trabalho de parto. Carmine Pariante, especialista em psiquiatria da gravidez e maternidade, da Universidade King's College London, destacou que o estudo é importante para confirmar que a depressão começa ainda na gravidez e afeta profundamente a relação mãe e filho.

Os profissionais acreditam que a depressão pós-parto atinja 19% de todas as mães e seus filhos poderão apresentar problemas psicológicos e mentais no futuro. O problema atinge mais mães de meninos e mulheres com histórico de depressão ou que não receberam apoio ao engravidar e pode durar mais de um ano, colocando em risco a vida da mãe e também do bebê.

Veja também:

Passo a passo para manter a saúde bucal em dia
Fonte: Terra
publicidade