PUBLICIDADE

Os pés crescem durante a gravidez? Entenda mudança revelada por Lore Improta

Dançarina contou aos seguidores que pé aumentou durante gestação de Liz, sua filha com Léo Santana; obstetra explica por que isso acontece

15 mar 2023 - 20h05
Compartilhar
Exibir comentários
Lore e Léo são pais da pequena Liz, que completará dois anos em setembro
Lore e Léo são pais da pequena Liz, que completará dois anos em setembro
Foto: Reprodução/ Instagram: @loreimprota

Além de todas as mudanças que ocorrem no corpo da mulher durante a gravidez, uma em especial chamou a atenção da dançarina Lore Improta. Mãe da pequena Liz, de quase 2 anos, fruto de seu casamento com Léo Santana, a loira revelou que seu pé mudou de tamanho durante a gestação.

A constatação curiosa à qual chegou chama a atenção, mas, segundo uma seguidora que a respondeu, é um recurso "natural" do próprio corpo da mulher. 

"Acontece com algumas mulheres mesmo, para não perderem o equilíbrio por conta da barriga", explicou a mulher -- segundo Lore, nutricionista de Liz, mas não revelou seu nome. "A boa notícia é que só a primeira gestação causa mudanças tão significativas na estrutura dos pés". 

Por que os pés crescem após a gravidez?

De acordo com a médica obstetra e ginecologista Laura Beatriz, a alteração no tamanho nos pés das gestantes ocorre mesmo. As mulheres que têm o pé mais côncavo passam a observá-lo mais achatado e, consequentemente, maior.

Segundo a médica, não é que o pé cresça, de fato, ele estica ou engorda. No entanto, o número tende a regredir depois da gestação. 

Mas essa mudança é resultado de uma combinação de fatores. O primeiro deles é o já conhecido inchaço da gravidez.

"O coração da gestante trabalha de uma foma mais sobrecarregada, e os vasos tendem a ficam um pouco mais dilatados, o que diminui a velocidade do retorno do sangue ao coração. Por causa disso, pernas e pés ficam mais inchados", explica a médica. 

Além disso, as variações hormonais decorrentes da gravidez eleva a produção da progesterona, o que pode alterar funções gástricas e interferir nas articulações. O motivo para toda essa mudança é um só: preparar o corpo para o momento do parto.

"As articulações ficam mais móveis. O corpo funciona em perfeita sintonia. A tendência é que todas as articulações fiquem mais maleáveis, preparando o corpo para o parto. Isso pode fazer com que o pé também mude", acrescenta. 

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade