Saúde

O que fazer se seu cabelo começar a cair após se recuperar da dengue

6 jun 2024 - 16h43
Compartilhar

Em meio à atual epidemia de dengue, que provoca fortes sintomas relacionados ao estresse fisiológico, como febre, dores musculares e articulares e erupções cutâneas, muitos pacientes que se recuperam da doença, principalmente na forma hemorrágica, podem sentir consequências meses após adoecerem – e uma delas é a queda de cabelo. 

"A febre é um sintoma comum da dengue e também era notada na Covid-19. Já é bem documentado cientificamente que, alguns meses depois de ter febre alta ou se recuperar de uma doença, muitas pessoas percebem uma perda de cabelo. Esse quadro é chamado de Eflúvio Telógeno e acontece quando os cabelos saem da fase de crescimento (anágena) e entram precocemente na fase de queda (telógena). Vários fatores podem desencadear o eflúvio telógeno: infecções virais diversas, como Covid-19 e dengue, cirurgias, medicamentos, início ou interrupção de anticoncepcional, estresse emocional, dietas restritivas, entre outros”, explica a médica Lilian Brasileiro, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. 

Homework Homework
Publicidade
Seu Terra












Publicidade