PUBLICIDADE

Tomar chuva causa gripe ou resfriado? Mitos e verdades sobre o tema

Otorrinolaringologista revela que gripe e resfriado não são a mesma coisa. Entenda mais!

7 jun 2024 - 14h15
(atualizado às 17h06)
Compartilhar
Exibir comentários

Você já ouviu falar que pegar friagem ou tomar chuva causa gripe ou resfriado? Ou então que andar descalço também pode fazer mal? De acordo com o Dr. Bruno Borges de Carvalho Barros, otorrinolaringologista, existem diversos mitos e verdades sobre essas duas doenças respiratórias e, a seguir, ele esclarece as dúvidas mais comuns. Confira:

Tire suas dúvidas sobre gripes e resfriados durante os dias frios |
Tire suas dúvidas sobre gripes e resfriados durante os dias frios |
Foto: freepik/Freepik / Boa Forma

Pegar friagem ou tomar chuva causa gripe e resfriado

Mito parcial

O otorrinolaringologista diz que gripes e resfriados são infecções virais, ou seja, a contaminação ocorre apenas quando a pessoa tem contato com o patógeno.

No entanto, pegar friagem pode sim fazer com que o nariz fique escorrendo. "Isso acontece porque, ao sair no frio, há uma vasoconstrição na mucosa nasal que limita o fluxo sanguíneo local. Com isso, as células libera mais muco para se proteger da perda de umidade, o que aumenta as secreções", conta o médico.

Em si, as chuvas e as mudanças bruscas de temperatura não provocam doenças, porém podem criar condições favoráveis para a propagação de vírus e bactérias, aumentando o risco de nos infectarmos.

Andar descalço dá gripe ou resfriado

Mito

Segundo o Dr. Bruno, é possível pegar gripe ou resfriado por meio de gotículas de saliva de pessoas infectadas e pelo contato direto com superfícies contaminadas seguido de toque no rosto ( especialmente boca, nariz ou olhos).

"Entretanto, os pés quentes em pisos gelados podem desencadear uma resposta alérgica no nariz, da mesma maneira que ocorre com mudanças bruscas de temperatura", completa.

Sopas e chás ajudam a curar a gripe

Mito parcial

A água desempenha um papel significativo no sistema de defesa do nosso organismo. Por isso, se você está com gripe ou resfriado, para conseguir se recuperar bem, é fundamental reforçar a hidratação, apostando não apenas no copo de água, mas também em sopas, chás e sucos.

Um grande benefício do consumo de chás e sopas durante gripes ou resfriados é que, devido ao calor, ele ajuda a aliviar dores na garganta e a congestão nasal.

Lavar o cabelo à noite dá gripe

Mito

"Não são os fios molhados que causam a gripe - e, sim, os vírus respiratórios que circulam pelo ar", exclama o Dr. Bruno.

Mas, se você sofre com rinite alérgica, dormir com o cabelo molhado pode fazer mal sim. "Também há impacto por diferença de temperatura entre o couro cabeludo quente e o cabelo molhado frio, disparando a resposta alérgica no nariz", afirma.

O otorrinolaringologista não aconselha sair e nem dormir com os cabelos molhados, principalmente em momentos de baixas temperaturas.

Resfriado pode virar pneumonia

Verdade

A pneumonia é uma infecção que acomete o pulmão e pode ser bacteriana, viral ou até mesmo fúngica. O Dr. Bruno revela que ela pode sim se desenvolver por causa de uma complicação de sinusites ou resfriados, uma vez que esses quadros favorecem o acesso dos germes ao órgão.

Resfriado e gripe não são a mesma coisa

Verdade

O resfriado é uma infecção por vírus que afeta a via aérea superior ( nariz, garganta e ouvidos) e costuma ser mais leve. Seus principais sintomas incluem irritação na garganta, espirros em série, congestão nasal, coriza e coceira no nariz.

"Já a gripe é uma infecção viral que pega o pulmão e apresenta sintomas mais intensos, por exemplo, febre, dor no corpo, cansaço e tosse, além de nariz entupido e excesso de secreções", aponta o especialista.

Tomar vitamina C cura gripe e resfriado

Verdade parcial

Não existem evidências científicas de que tomar vitamina C cura gripe ou resfriados. "A verdade é que esse ainda é um tema bem controverso na literatura médica", comenta o médico.

"Ela pode ser obtida tanto pela suplementação quanto pelo consumo regular de alimentos como laranja, morango, brócolis, couve de bruxelas e kiwi. Incluir alimentos ricos nesse nutriente na dieta podem contribuir para a manutenção da imunidade do nosso corpo", conclui ele.

Boa Forma
Compartilhar
Publicidade
Publicidade