PUBLICIDADE

Flay exibe rosto coberto de acne após implante hormonal; entenda o "chip da beleza"

Procedimento, quando não é realizado corretamente, pode provocar efeitos colaterais. Saiba o que é e como funciona o "chip da beleza"

18 mai 2022 12h25
| atualizado às 20h58
ver comentários
Publicidade
Implante hormonal ficou conhecido como chip da beleza
Implante hormonal ficou conhecido como chip da beleza
Foto: Reprodução Instagram @flay / Saúde em Dia

O implante hormonal, também conhecido como "chip da beleza" tornou-se uma tendência entre as celebridades. Como o próprio apelido já diz, algumas pessoas que realizam o procedimento têm o objetivo de melhorar a aparência. Mas, em outros casos, o método também pode provocar alguns efeitos colaterais.

Foi o que aconteceu com Flay, cantora e ex-BBB. Em seu perfil no Instagram, a famosa exibiu como ficou a pele do seu rosto após colocar o implante hormonal.

"Destruiu minha pele! Eu nunca tive espinhas no rosto na minha vida inteira", desabafou Flay, após ser questionada sobre o efeito colateral do "chip da beleza".

Rosto de Flay após "chip da beleza"
Rosto de Flay após "chip da beleza"
Foto: Saúde em Dia

Entenda o que é o "chip da beleza"

O procedimento realizado por Flay é, na verdade, um implante hormonal. Ou seja, um mecanismo que libera substâncias funcionais para o organismo. Ele pode ser feito de silicone ou de um material absorvível. "Ambas as apresentações são pequenas, do tamanho de um palito de fósforo. O de silicone, por exemplo, é inserido por baixo da pele do abdômen ou do glúteo e age liberando uma possível combinação de hormônios", explica a Dra. Thais Mussi, médica endocrinologista e metabologista, membro da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM).

O apelido de chip da beleza, no entanto, é rechaçado pela Elmeco, uma das principais fabricantes de implantes hormonais do Brasil. De acordo com a empresa, o método não deve ser realizado para fins estéticos e precisa ser indicado por um médico.

Mas, apesar disso, algumas pessoas ignoram os possíveis efeitos colaterais do implante hormonal e se apegam apenas às vantagens do procedimento. "Com a liberação destes hormônios no corpo, a promessa é que a pessoa veja alguns benefícios, como emagrecimento, redução de celulite, ganho de massa muscular e aumento da disposição física", afirma a Dra. Mussi.

Efeitos colaterais do implante hormonal

A médica, porém, também cita como a aplicação incorreta do implante hormonal pode ser perigosa para a saúde e o bem-estar. Confira os principais efeitos colaterais:

  • Desequilíbrio nos níveis hormonais;
  • Aumento de pelos no corpo e no rosto;
  • Queda de cabelo;
  • Sangramento fora do período menstrual;
  • Inchaço;
  • Aumento do clitóris;
  • Mudança na voz;
  • Acne.

"Os efeitos colaterais são frequentes em pacientes que não possuem a indicação para o uso do implante hormonal. Por esse motivo, é tão importante consultar um médico antes da realização", finaliza a Dra. Mussi.

*Com informações do portal Sport Life. 

Saúde em Dia
Publicidade
Publicidade