2 eventos ao vivo

Tratamento contra câncer de mama em homens pode causar queda de libido

2 jul 2013
11h04
atualizado às 11h04
  • separator
  • comentários

Uma irritação nos mamilos não amedrontou o inglês Roger Graef. Dono de um estilo de vida saudável, aos 70 anos, ele se exercitava duas a três vezes por semana, jogava tênis e costumava andar bastante. Além disso, não fumava, bebia moderadamente e não consumia junk food.

<p>Roger Graef foi diagnosticado com c&acirc;ncer de mama e passou por cirurgia</p>
Roger Graef foi diagnosticado com câncer de mama e passou por cirurgia
Foto: Reprodução

Durante uma caminhada, ele passou mal e ficou de cama por uma semana com febre, mas exames de sangue e raio-X não identificaram nenhum problema em seu organismo. Pouco tempo depois, braços e pernas começaram a demonstrar vermelhidões, o que foi identificado com um tipo agressivo de pneumonia. Anos mais tarde, curado do problema, os mamilos voltaram a ficar irritados e começaram a apresentar uma crosta. Encaminhado a um oncologista, Roger foi diagnosticado com câncer de mama.

O relato foi feito ao jornal inglês Daily Mail, que relata que a cada 170 casos de câncer de mama, um é diagnosticado em homens. Roger foi submetido a uma operação para retirada das mamas, incluindo gânglios linfáticos na região das axilas. Depois, o inglês tomou remédios com ação inibidora do hormônio estrogênio, para evitar o reaparecimento do problema.

Entre os efeitos colaterais estão ondas de calor e a diminuição do desejo sexual nos homens, situação que volta a se normalizar após o tratamento que, no caso de Roger, é de cinco anos. Obesidade e o consumo de álcool são fatores de risco para câncer de mama entre os homens.

Ponto a Ponto Ideias

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade