0

Dietas que excluem o açúcar são perigosas, dizem cientistas

Cortar 100% o açúcar pode ser prejudicial à saúde

28 jul 2014
14h43
  • separator
  • comentários

A Nações Unidas considera que o açúcar pode ser o “novo tabaco”, devido aos riscos à saúde por meio da obesidade. Logo, imagina-se que cortar totalmente este alimento seria a solução para todos os problemas. Mas um novo estudo concluiu que não é bem assim. Com informações do site do jornal britânico Daily Mail.

<p>Cortar todos os alimentos que contêm açúcar também pode excluir itens com nutrientes importantes</p>
Cortar todos os alimentos que contêm açúcar também pode excluir itens com nutrientes importantes
Foto: Getty Images

Siga Terra Estilo no Twitter

Um grupo de cientistas que analisou alguns tipos de dieta afirma que os planos que eliminam 100% do açúcar não só são um desperdício de dinheiro, mas também podem ser potencialmente perigosas.

Segundo a bioquímica Leah Fitzsimmons, cortar todo o açúcar pode ser algo muito difícil se se alcançar e, mais do que isso, pode trazer muitos danos à saúde. “Frutas, vegetais, derivados do leite, ovos, álcool e nozes contêm açúcar”, afirma, complementando que, cortando tudo isso, sobra pouco para se comer. “Definitivamente isso não é saudável”, pontua.

Os especialistas da Sense About Science também rejeitaram a dieta ‘das cavernas’, que supostamente já ajudou o ator Matthew McConaughey. O plano limita a ingestão de diversos alimentos, propondo um retorno às raízes evolucionárias: vegetais e carnes magras magras estão liberadas.

Outra teoria questionada por eles foi a de que algumas partes do corpo são influenciadas por hormônios. Por exemplo, já foi dito que os pneuzinhos são causados por um desequilíbrio da insulina, e pode diminuir quando se come menos açúcar.

Queridinha por muitos, a substituição de refeições por líquidos foi outro ponto crítico levantado pelos profissionais envolvidos na pesquisa. Rob Hagan, cientista biomolecular, disse que todos precisamos de variedade nutricional.

Catherine Collins, da British Dietetic Association, critica os promotores de dietas. “Usam um marketing persuasivo para promover seus mitos e gerar lucro”, pontua. 

&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;lt;a data-cke-saved-href=&amp;amp;amp;amp;amp;amp;quot;http://saude.terra.com.br/infograficos/perda-de-peso/&amp;amp;amp;amp;amp;amp;quot; href=&amp;amp;amp;amp;amp;amp;quot;http://saude.terra.com.br/infograficos/perda-de-peso/&amp;amp;amp;amp;amp;amp;quot;&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;gt;De 15 a 235 kg, veja casos de quem conseguiu perder peso&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;lt;/a&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;gt;
Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade