4 eventos ao vivo

Comer carne aumenta em 56% chances de diabetes, diz estudo

12 nov 2013
18h14
atualizado às 18h14
  • separator
  • 0
  • comentários

Um estudo de longo prazo feito com mais de 60 mil mulheres relacionou carne, queijo e outros ingredientes de uma "dieta ácida" com a diabetes tipo 2. As mulheres que comiam mais alimentos acidificantes se mostraram 56% mais propensas a desenvolver a doença do que as demais, mesmo com a ingestão de frutas e legumes. As informações são do Daily Mail.

Alimento produz ácidos no organismo
Alimento produz ácidos no organismo
Foto: Getty Images

A diabetes tipo 2 é a forma mais comum da doença e é geralmente associada à obesidade e alimentos açucarados. No entanto, o mais recente estudo apontou a carne e outros alimentos que produzem ácido depois de serem digeridos como responsáveis pela doença. Acredita-se que o ácido aumenta as chances de diabetes por tornar mais difícil para o corpo transformar o açúcar dos alimentos que ingerimos em energia. O estudo francês envolveu 66.485 mulheres que tiveram a saúde acompanhada por 14 anos.

As voluntárias tinham dado informações detalhadas sobre a dieta, que foi usada para descobrir como o ácido agia após ser ingerido. Do total, 1.372 mulheres tinham desenvolvido diabetes até o final do estudo e diagnósticos foram particularmente comum em pessoas com dietas ácidas. Os pesquisadores, do instituto INSERM de Paris, disseram que, enquanto laranjas e limões são ácidos no início, após a digestão eles reduzem a quantidade de ácido no corpo.

Excepcionalmente para estudos de saúde, a ligação entre a carne e outros alimentos ácidos e diabetes foi mais forte para mulheres magras do que para gordas.Os pesquisadores não conseguiram entender o porquê, mas o estresse do excesso de peso ainda é um importante fator de risco para a doença.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade