PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Como se livrar da flacidez? Cirurgião plástico explica

A flacidez costuma ser um grande obstáculo para a autoestima. Cirurgião explica como tecnologias como o Renuvion podem corrigir o problema

10 mai 2024 - 19h00
Compartilhar
Exibir comentários

No universo da beleza e do bem-estar, a flacidez se destaca como um dos fenômenos mais naturais e, ao mesmo tempo, desafiadores. À medida que o tempo avança, nossa pele traz à tona a importância do autocuidado e da estética. 

Como se livrar da flacidez? Cirurgião plástico explica
Como se livrar da flacidez? Cirurgião plástico explica
Foto: Shutterstock / Saúde em Dia

Segundo o cirurgião plástico Fabiano Paiva braços, abdômen, coxas e rosto são áreas frequentemente afetadas pela perda de colágeno e elastina. Estes, aliás, são elementos fundamentais para a firmeza da pele.

O médico observa que, embora a flacidez possa ocorrer em qualquer parte do corpo, ela é mais notável nestas áreas. A tecnologia, no entanto, tem sido uma grande aliada no tratamento. 

Como tratar a flacidez

Hoje tecnologias como o Renuvion, um procedimento inovador que utiliza energia de plasma estão transformando o campo da estética, diz o cirurgião. Isso porque o procedimento oferece tratamentos eficazes, seguros e com tempo de recuperação significativamente reduzido, ressalta Paiva.

Essa técnica, que combina gás hélio e energia de radiofrequência, permite contrair e rejuvenescer a pele de forma minimamente invasiva. Sem dor e com resultados incríveis.

A capacidade de entregar resultados imediatos, com uma recuperação surpreendentemente rápida, marcando um avanço significativo na área da estética é um ponto positivo do avanço da tecnologia. 

"Esta tecnologia, ao promover um aquecimento controlado e preciso, permite uma retração do tecido que resulta em um efeito de lifting quase instantâneo, minimizando o tempo de inatividade pós-procedimento e maximizando a satisfação dos pacientes", afirma Paiva.

De acordo com o cirurgião, o abdômen é frequentemente citado como uma área crítica, especialmente após a gravidez e mudanças de peso. Paiva ressalta a eficácia e segurança dos procedimentos atuais, que oferecem melhorias notáveis na qualidade da pele dessa região. 

"A precisão desses métodos modernos permite um controle rigoroso sobre a área de tratamento, minimizando os danos aos tecidos circundantes e reduzindo o risco de complicações e efeitos colaterais. Isso significa um tratamento mais rápido e menos doloroso para o paciente", explica o médico.

Impacto na autoestima

Para Paiva, o impacto da flacidez vai além da estética, tocando também no bem-estar psicológico dos pacientes. O médico destaca a importância de uma abordagem personalizada, que leve em consideração as expectativas e necessidades individuais de cada paciente. "Cada caso é único e demanda um plano de tratamento sob medida", enfatiza. 

Segundo o cirurgião, atenção à personalização nos procedimentos é um pilar fundamental que visa  não apenas a melhoria da aparência, mas também o fortalecimento da autoestima e confiança do indivíduo.

O médico reforça a importância de buscar informação adequada e um especialista experiente para garantir um resultado seguro e satisfatório, concluindo que uma escolha bem informada é fundamental para o sucesso do tratamento e para o realce da beleza individual. 

"O tratamento da flacidez, mais do que uma questão estética, é um caminho para reencontrar a confiança e redescobrir a beleza pessoal em cada etapa da vida", diz o cirurgião.

Saúde em Dia
Compartilhar
Publicidade
Publicidade