0

Como a dieta impacta o risco de câncer de mama

Mulheres que comem mais vegetais têm chance menor de desenvolver a doença

3 ago 2018
07h11
atualizado às 08h43
  • separator
  • comentários

Um importante estudo publicado no The BMJ no início deste ano mostrou que pessoas que apresentam muitos alimentos ultraprocessados em sua dieta têm um risco maior de câncer. O que isso pode sugerir é que comer uma dieta saudável pode funcionar, até certo ponto, de maneira protetora.

Frutas e verduras, cozidas ou cruas, estão entre os alimentos indicados
Frutas e verduras, cozidas ou cruas, estão entre os alimentos indicados
Foto: Steve Debenport / via iStock

Uma equipe de pesquisadores da Escola de Saúde Pública Harvard T. H. Chan, em Boston, Massachusetts, conduziu um estudo em larga escala e de longo prazo, investigando com mais detalhes a relação entre frutas e vegetais na dieta de uma pessoa e seu risco de câncer de mama. Este novo estudo não apenas sugere que comer muitas frutas e vegetais pode diminuir o risco de câncer de mama - e o risco de desenvolver tumores agressivos, não menos - mas também explica a quantidade de frutas e legumes que uma pessoa deve idealmente comer por dia para compensar risco.

A análise dos pesquisadores sugeriu que as mulheres que comiam mais de cinco porções e meia de frutas e vegetais por dia tinham 11% menos risco de desenvolver câncer de mama, comparadas às mulheres que comiam duas ou mais porções ou frutas e verduras. Especificamente, uma porção consistia em uma xícara de vegetais folhosos crus, meia xícara de vegetais crus ou cozidos, ou meia xícara de fruta crua ou cozida.

Veja também

 

Estadão

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade