1 evento ao vivo

Cobertura de teste sorológico será obrigatória por planos de saúde; entenda como ele funciona

Agência Nacional de Saúde Suplementar determinou que planos têm de cobrir os custos com esse tipo de teste para covid-19 a partir desta sexta-feira, 14

13 ago 2020
23h04
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

<divclass="embed-externo"></div>

A partir desta sexta-feira, 14, planos de saúde serão obrigados a cobrir pelos chamados testes sorológicos para detectar a covid-19. Por testes, o diagnóstico da doença pode ser feito de duas formas: testes diretos, chamados de RT-PCR COVID, e testes indiretos, que são os sorológicos.

Saiba como o teste sorológico funciona:

O que são os testes sorológicos?

Os testes sorológicos, que ficaram conhecidos como testes rápidos, são aqueles que detectam a presença de anticorpos produzidos pelo organismo após exposição ao vírus e podem ser realizados por meio das técnicas de imunofluorescência, imunocromatografia, enzimaimunoensaio e quimioluminescência. Os diversos testes sorológicos existentes apresentam sensibilidade e especificidade diferentes. O teste sorológico detecta a presença dos anticorpos IgA, IgG ou IgM no sangue do paciente, produzidos pelo organismo após exposição ao vírus. O IgM aparece alguns dias após a contaminação, quando já houve replicação viral considerável e o organismo começa a se defender; e o IgG, que é o anticorpo que em geral aparece mais ao final e permanece para sempre, por causa da imunização adquirida.

O que teste sorológico detecta?

O teste detecta a presença de anticorpos para o vírus no sangue. Os anticorpos, no entanto, só são detectáveis a partir do sétimo dia do surgimento dos sintomas da infecção; preferencialmente, dez dias depois. Pessoas que já têm o vírus, mas não apresentem sintomas, podem testar negativo. Ou mesmo alguém que já esteja se sentindo mal pode ir à farmácia e sair de lá com um resultado negativo.

Como ele é feito?

Os testes sorológicos são realizados por uma gota de sangue extraída do paciente e, coletada por capilaridade. É possível encontrar testes sorológicos em farmácias. Os testes demoram alguns minutos para liberar o resultado, a depender do produto (10 a 30 minutos).

Qual a metodologia do teste rápido para a covid-19?

A metodologia utilizada é chamada de imunocromatografia, que é a geração de cor a partir de uma reação química entre antígeno (substância estranha ao organismo) e anticorpo (elemento de defesa do organismo). Os resultados obtidos são chamados de IgM e IgG.

Quando ele é indicado?

Recomenda-se que tais testes sejam realizados em indivíduos que apresentem ou tenham tido os sintomas da covid-19 há pelo menos oito dias. Os testes rápidos (IgM/IgG) têm relevante utilização no mapeamento do status imunológico de uma população (que já teve o vírus ou foi exposta a ele).

A partir de quantos dias após o início dos sintomas é recomendado fazer um teste rápido?

Como a produção de anticorpos aumenta a cada dia a partir do início da infecção pelo vírus, é preciso que haja uma quantidade mínima de anticorpos que o teste consiga detectar. Este período entre o início dos sintomas e a detecção dos anticorpos em exames é chamado de janela imunológica. Sendo assim, a imunocromatografia para anticorpos (IgM e IgG) é indicada para exames a partir de pelo menos oito dias após o início dos sintomas. A utilização de testes rápidos antes desse período pode levar a resultados negativos mesmo nas pessoas que possuem o vírus e produziram anticorpos, sendo, portanto, um resultado "falso negativo".

Por que ele é importante?

O exame sorológico é importante para a vigilância epidemiológica, para ajudar a mapear quantas pessoas foram infectadas e entender a dinâmica da doença. Conhecendo o histórico do paciente - alguém que entrou em contato com outra pessoa infectada uma semana antes, por exemplo -, o sorológico também pode ser aplicado.

O que dizem os especialistas?

Parte dos especialistas considera que esse tipo de exame apresenta imprecisões, mas entidades das áreas de patologia clínica e medicina laboratorial afirmam que, atualmente, os testes evoluíram e têm mais sensibilidade e especificidade para detectar o vírus. Alertam ainda que a indicação do exame deve ser feita por um médico, assim como a leitura do resultado, e que os testes devem ser realizados de acordo com a fase da doença.

Se o resultado do teste rápido for POSITIVO isso indica que tenho covid-19?

Não. Testes rápidos NÃO têm função de diagnóstico (confirmação ou descarte) de infecção por covid-19. O diagnóstico de covid-19 deve ser feito por testes de RT-PCR.

• Testes rápidos positivos indicam que você teve contato recente com o vírus (IgM) ou que você já teve covid-19 e está se recuperando ou já se recuperou (IgG), uma vez que indicam a presença de anticorpos (defesas do organismo). No entanto, os anticorpos só aparecem em quantidades detectáveis nos testes pelo menos oito dias depois da infecção. Ainda assim, o teste pode ser positivo indicando que você teve contato com OUTROS coronavírus e não com o SarsCoV-2 / covid-19 (falso positivo).

Veja também:

Beirute: A mãe em trabalho de parto durante a explosão
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade